Flamengo

O Flamengo aguarda nesta segunda-feira (4) uma resposta do FC Cincinnati para validar a saída do atacante Lincoln. Nesse sentido, o clube faz parte da equipe da Major League Soccer (liga de futebol dos Estados Unidos). Entretanto, a diretoria rubro-negra fez uma contraproposta à oferta inicial realizada pelo clube norte-americano. A princípio, a ideia é de que Lincoln seja emprestado até julho de 2021. Tendo, portanto, obrigação de compra desde que ele atinja critérios estabelecidos no contrato. Como por exemplo, número mínimo de jogos pela nova equipe.

O FC Cincinnati apresentou uma proposta nos últimos dias à diretoria, que considerou os valores baixos e fez uma contraproposta. Contudo, o Flamengo segue firme na intenção de vender Lincoln e não deseja emprestá-lo puramente, sem obrigação de compra.

Todavia, existe outro clube interessado no atacante, sendo ele Huddersfield, da Inglaterra. Porém, a equipe britânica também havia feito uma sondagem pelo meia Yuri de Oliveira, do sub-20, mas recuou nas conversas. Lincoln está fora dos planos do Flamengo desde o fim de 2020. O clube chegou a aceitar uma proposta do Pafos, do Chipre, pelo atacante, mas a negociação não foi à frente. O jogador passou a treinar com o sub-20 desde então.

LINCOLN E SUA TRAJETÓRIA NO FLAMENGO

No Flamengo desde 2011, Lincoln entrou no time sub-15 quando tinha apenas 13 anos de idade. Época em que foi convocado para defender a Seleção Brasileira, pela primeira vez. O atleta fez sua estreia profissional com apenas 16 anos. Em uma partida do Brasileirão, no dia 19 de novembro de 2017 contra o Corinthians. Ele entrou em campo aos 65 minutos, enquanto o clube rubro-negro vencia por 3 x 0.

Lincoln e Vinicius Jr na base do Flamengo
(Foto: Divulgação/Flamengo)

Contudo, em 2018, tendo mais oportunidades, Lincoln fez 22 jogos com a camisa do Flamengo e anotou dois gols. Um deles, no jogo de ida das quartas-de-final da Copa do Brasil contra o Grêmio, em partida que terminou 1 x 1. Na ocasião, o Rubro-Negro venceu o jogo de volta por 1 x 0 e conseguiu a classificação para as semifinais da competição.

Após servir à Seleção Brasileira Sub-20 no Sul-Americano de 2019, Lincoln se reapresentou ao Flamengo com uma grave lesão no músculo posterior da coxa esquerda. Retornou a jogar, na partida de ida da final do Carioca, entrando aos 44 minutos do segundo tempo no lugar de Arrascaeta.

No entanto, para quem foi considerado uma promessa, Lincoln não conseguiu uma sequência de partidas e oscilou entre chances como titular e o banco de reservas. Ainda assim, o provável adeus ganha contornos inesperados.

Foto Destaque: Reprodução/Alexandre Vidal/Flamengo

Thamirys Abreu Vieira
Sou carioca, graduada em Jornalismo pela Universidade Salgado de Oliveira (Universo). Pretendo me especializar na área esportiva e vivenciar a cada dia a magia do futebol. Exigente e de temperamento forte, mas sempre disposta a aprender. Apaixonada pela leitura e o mundo futebolístico.

Artigos Relacionados