Finalmente! Borussia Dortmund anuncia criação de departamento feminino em 2021

Nesta quinta-feira (10), o aurinegro Borussia Dortmund anunciou a criação do departamento feminino do clube, deixando de manter seu foco apenas no futebol masculino. Dessa forma, o início dessa nova era deve acontecer no próximo verão europeu, em 1º de julho de 2021. Ainda, foi anunciado que Svenja Schlenker, antes chefe do marketing, irá comandar o novo projeto do BVB. Sendo assim, Svenja terá o papel de orientar o grupo de criação.

“Ficou claro em todas as conversas que o caminho autêntico e esportivo do BVB é o certo”, disse Carsten Cramer, diretor executivo do aurinegro

Apesar do Dortmund declarar que o time feminino não irá adquirir a licença de clube profissional, ele irá se ampliar de forma orgânica dentro do clube. Assim, ele irá avançar aos poucos, indo de baixo para cima no alemão. Ainda, no anúncio, ficou marcado que as mulheres irão iniciar na Série B da Bundesliga feminina.

“Na última Assembleia Geral Anual, nossos membros deram a centelha inicial com suas perguntas e ideias. Nós pegamos a bola nos últimos meses. E agora é hora de colocá-la em prática”, ressaltou Cramer

FUTEBOL FEMININO NA ALEMANHA

Hoje, o futebol feminino alemão conta com mais de 90 clubes, tendo duas ligas nacionais e cinco regionais. Sendo assim, a Alemanha conta com três times fortes no nível internacional, já que é o país com mais títulos da UWCL. Isso devido aos quatro títulos da Liga dos Campeões do Frankfurt, além de dois das Lobas do Wolfsburg e do Turbine Potsdam.  Em relação ao seu rival, o Bayern de Munique, o BVB está com 50 anos de atraso na criação do elenco feminino.

O Alemão feminino voltou nesse mês, com o duelo entre Wolfsburg e Essen. Além disso, a 2ª rodada da campanha 2020/21 inicia nesta sexta-feira (11), com o jogo entre Bayer Leverkusen e Duisburg.

Foto Destaque: Divulgação/BVB

Giulia Cavalheiro
Meu nome é Giulia Cavalheiro, tenho 18 anos e sou estudante de Jornalismo - 3° semestre da UFSM. No meio de uma confusão para decidir qual carreira seguiria na vida, juntei a minha paixão por escrever e pelo futebol para escolher qual caminho seguiria. De São Paulo, deixei tudo para trás e me mudei para o Rio Grande do Sul afim de seguir meu sonho no jornalismo.

Artigos Relacionados