Fim do monopólio ?

O Esporte Interativo, emissora a qual teve a parte esportiva adquirida pelo grupo Turner, tem se esforçado para revolucionar o método de partilha das cotas de televisão. Para isso, prepara propostas milionárias para os clubes, a fim de seduzi-los e firmar contrato a partir de 2019.

O grupo Turner oferece cerca de R$ 600 milhões contra R$ 60 milhões da Globo.

Em números, a proposta do Esporte Interativo é financeiramente melhor, mas os clubes temem perder o poder de barganha, uma vez que, a princípio, a Globo chama mais atenção de patrocinadores. Além disso, a proposta do grupo Turner restringe-se apenas à TV fechada. Neste caso, os clubes, receosos de receberem ofertas inferiores para a TV aberta, como espécie de retaliação, podem renovar seus contratos com a Globo.

O atual modelo de distribuição das cotas televisivas assemelha-se aos moldes do Campeonato Espanhol, no qual Barcelona e Real Madrid fica com boa parte do montante destinado as clubes. No caso brasileiro, Corinthians e Flamengo são os grandes privilegiados.

O grupo Turner anunciou um modelo de distribuição de cotas televisivas semelhante à Barclays Premier League, ou seja: 50% de maneira igualitária, 25% de acordo com desempenho técnico e outros 25% a partir da audiência. Além disso, prometem abolir os jogos iniciados às 22h, horário que desagrada os clubes e as torcidas.

Negociam com o Esporte Interativo:  Grêmio, Fluminense, Internacional, Coritiba, Atlético-PR, Bahia, Sport e Flamengo. O acordo já foi firmado com o Santos, clube o qual deverá receber R$ 40 milhões como luvas. O São Paulo chegou a abrir negociações com o grupo Turner, mas fechou com a Globo. Já o Flamengo, embora tenha aberto negociações com a empresa, mostra-se receoso quanto ao fechamento do negócio. O Palmeiras, por sua vez, ainda estuda a possibilidade de abrir negociações.

É chegada a hora de romper com o modelo arcaico imposto pela Rede Globo. Para o bem do futebol brasileiro, é preciso que os clubes optem pelo Esporte Interativo. A proposta oferecida, segundo os próprios dirigentes do grupo Turner, é uma oportunidade para os clubes desenvolverem e fortalecerem seus elencos e infraestrutura. Além da questão financeira, a Globo não preza pela democracia, isto é, não dá voz a todas as torcidas. Em contraponto, o Esporte Interativo é conhecido por transmitir a Copa do Nordeste, torneio que conta com equipes tradicionais como Bahia, Ceará, Fortaleza, Santa Cruz e Sport.

A iniciativa é recente, mas de fundamental importância para revolucionar o ultrapassado futebol brasileiro.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo