Fim de uma Era! Arsène Wenger deixará o Arsenal ao final da temporada

- O técnico está nos Gunners desde 1996 e seu fim no clube já tem data marcada

Nunca é fácil perder um medalhão. Aquele que sempre está lá, “faça chuva ou faça sol” (neste caso até mesmo neve). Mas chega um momento que uma mudança é necessária e deve-se respirar novos ares, seguir novos rumos. Na manhã desta sexta-feira (20), o Arsenal anunciou que o técnico Arsène Wenger deixará o clube ao final desta temporada. O clube inglês publicou em seu site uma carta do treinador (confira ela na íntegra ao final do texto), e ainda não confirmou o substituto. Carlo Ancelotti é o nome mais especulado para assumir o cargo.

Wenger vem sendo alvo de muitas críticas nas últimas temporadas, devido aos fracassos na Liga dos Campeões e às campanhas irregulares no Campeonato Inglês (o último conquistado foi o de 2003/2004, de forma invicta). Entretanto, a conquista da Premier League 2003/2004, com nomes como Gilberto Silva, Bergkamp e Thierry Henry, e a campanha da Liga dos Campeões 2005/2006, que chegou a final mas perdeu para o Barcelona de Ronaldinho Gaúcho, são feitos que deixarão saudades nos torcedores do Arsenal. O técnico conquistou três Campeonatos Ingleses e sete FA Cups. Antes de chegar a Londres, em 1996, Wenger comandou Nancy (França), Monaco e Nagoya Grampus (Japão).

Foto: Reprodução/Arsenal

O comandante completará 22 anos à frente dos Gunners, tornando-se o treinador com mais longevidade na equipe. Como “último suspiro”, o treinador poderá deixar um título nesta temporada e ainda uma vaga na próxima Liga dos Campeões. O Arsenal enfrenta o Atlético de Madrid na semifinal da Liga Europa e, caso avance, decidirá o troféu com Olympique de Marselha ou Red Bull Salzburg (Áustria).

A quatro partidas do fim do Campeonato Inglês, a equipe ocupa a 6ª posição com 54 pontos, 14 a menos que o Tottenham, primeiro dentro da zona de classificação para a Liga dos Campeões. O último jogo do técnico no Emirates Stadium, a casa dos Gunners, será no dia 5 de maio, às 11h contra o Burnley, e o último da Premier League será diante do Huddersfield, no dia 13 de maio às 11h.

Confira a carta de Arsène Wenger:

“Depois de uma análise cuidadosa e diversas discussões com o clube, sinto que este é o momento certo para eu me demitir ao final da temporada.

Sou muito grato por ter tido o privilégio de servir o clube por tantos anos memoráveis.

Eu comandei o clube com total comprometimento e integridade.

Quero agradecer o estafe, os jogadores, os dirigentes e os torcedores que fazem este clube tão especial.

Eu recomendo que nossos torcedores apoiem o time para terminarmos em alta.

Para todos os amantes do Arsenal, cuidem dos valores do clube.

Meu amor e apoio para sempre,

Arsène Wenger.”

Guilherme Papa

Sobre Guilherme Papa

Guilherme Papa já escreveu 268 posts nesse site..

Guilherme Papa é estudante, de 21 anos, da turma do 5º semestre de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo. Completamente louco por futebol, tem como objetivo transmitir informações do mundo da bola da melhor maneira possível.

BetWarrior


Poliesportiva


Guilherme Papa
Guilherme Papa
Guilherme Papa é estudante, de 21 anos, da turma do 5º semestre de Jornalismo da Universidade Metodista de São Paulo. Completamente louco por futebol, tem como objetivo transmitir informações do mundo da bola da melhor maneira possível.

Artigos Relacionados

Comments are closed.

Topo