Fim da linha! Inter demite o técnico Alexander Medina

No começo da tarde da última sexta-feira (15), o Internacional anunciou a demissão de Alexander Medina. Nesse sentido, em nota oficial, o Inter informou que além do técnico, os demais profissionais da comissão, também deixam o clube. Sendo assim, se despedem de Porto Alegre, o analista de desempenho Mariano Levisman, os preparadores físicos Alexis Olariaga e Richard González, e os auxiliares-técnicos Fernando Machado e Jadson Vieira.

A saber, o treinador uruguaio não resistiu a mais uma atuação fracassada e melancólica, na temporada. Acima de tudo, a forte pressão feita pela torcida, após o empate por 1 x 1, no Beira-Rio, contra o modesto Guaireña, pela 2ª rodada do Grupo E da Copa Sul-Americana, influenciou na rescisão. Portanto, com a quebra do vínculo que se estendia até dezembro deste ano, o clube terá que desembolsar cerca de R$ 6 milhões de multa rescisória.

Veja também: 

A indignação dos torcedores iniciou ainda dentro do estádio, com gritos, vaias e cantos. Estes com criticas direcionadas tanto o treinador, como a diretoria e a alguns jogadores. Após a partida, os protestos estenderam-se ao entorno do Beira-Rio. Além disso, tornou-se hostil, com atos de vandalismo, inclusive, tendo um vidro quebrado, após arremessos de pedras e gradis.

Porém, este não foi o primeiro vexame protagonizado pelo Inter na temporada. Logo que, no começo do ano, os comandados de Cacique Medina, foram eliminados na 1ª fase da Copa do Brasil, com uma derrota por 2 x 0, para o Globo-RN, da Série D.

Em seguida, algumas semanas depois, foram goleados, dentro de casa, pelo Grêmio, rebaixado para a Série B, por 3 x 0. Este resultado culminou na eliminação precoce da equipe no estadual. Somado a isso, na estreia da Sul-Americana, cederam o empate em 2 x 2, ao último colocado da Liga Equatoriana, após abrir dois gols de vantagem.

Em suma, até o momento, o Colorado não venceu partidas válidas por competições nacionais e continentais. Assim, confira a seguir algumas estatísticas do treinador:

OS NÚMEROS DE CACIQUE MEDINA NO INTER

  • 17 partidas
  • 6 vitórias
  • 6 empates
  • 5 derrotas 
  • 17 gols marcados
  • 20 gols cedidos 
  • 47% de aproveitamento

Aliás, em um ano e quatro meses, a gestão de Alessandro Barcellos se encaminha para o quinto técnico. O primeiro foi Abel Braga, contratado pela gestão anterior, encabeçada por Marcelo Medeiros. Na sequência, vieram Miguel Ángel Ramirez, Diego Aguirre e recém demitido Alexander Medina. Desse modo, com o fracasso os estrangeiros, a direção volta-se ao mercado nacional. Assim, alguns nomes cotados para assumir o Inter são, Odair Hellmann, Lisca, Cuca e Mano Menezes.

Por fim, a partir deste sábado (16), o auxiliar-técnico permanente Cauan de Almeida, assume o comando da equipe nos treinamentos. Ainda mais, estará a frente da casamata no próximo duelo, no domingo (17), às 18h (horário de Brasília), diante do Fortaleza, no Beira-Rio.

Foto destaque: Divulgação/Ricardo Duarte/S.C. Internacional

Leonardo Oliveira
Sou Gaúcho, tenho 21 anos e estudo Jornalismo na Universidade Federal de Pelotas, além disso, como grande aficionado a área esportiva, não consigo imaginar nada que me deixe mais realizado do que falar sobre futebol.