O FIFA está chegando. No próximo dia 27, a EA Sports irá liberar o jogo completo a partir das 00h para download. Entre as principais novidades temos o Volta Football, que seria o nosso amado FIFA Street, mas como um modo de jogo. O que causa certa polêmica, por  conta de ter apenas uma grande novidade para esse novo jogo, sendo que no Ultimate Team, Pro Clubs e principalmente os gráficos, estão muito semelhantes ao seu antecessor. Dessa maneira, seu rival, eFotball PES 2020 já foi lançado à 17 dias e com uma pegada mais tática e de futebol cadenciado vem fazendo sucesso.

Volta Football

Quem jogou o FIFA Street nas gerações anteriores (PS2 e PS3), ficou com uma ansiedade enorme sobre esse novo modo, que promete trazer a nostalgia do futebol de rua de volta. E é exatamente o que ele traz para seu público. Tendo toda a mecânica mudada apenas para esse modo, o jogo está muito fluído e os dribles saem com facilidade, alguns sendo exclusivos. Podendo jogar cinco modos diferentes: 3v3 sem goleiro, 4v4 com e sem arqueiro, 5v5, e por fim, o futsal profissional. O modo conta com 17 quadras, sendo uma delas no Rio de Janeiro. Por outro lado, só poderemos jogar online 1v1, ou seja, você controla o seu time todo contra outro jogador que controla o próprio time. Uma decepção para alguns fãs, que esperavam algo semelhante ao Pro Clubs.

E sim, o Volta Football terá um modo história. Diferentemente do The Journey (modo seguindo a história de Alex Hunter), não poderemos tomar decisões e escolher as falas durantes as cenas. Por outro lado, nós criaremos o personagem, que participará das histórias e buscará vencer a “Copa do Mundo” de futebol de rua. O seu personagem terá uma espécie de arvore de talentos, que quanto mais joga, mais pontos aumenta e contribui no seu overall. E ainda teremos Vinicius Junior como personagem da história, sendo uma lenda desse modo e podendo ser recrutado para o seu time caso vença o craque do Real Madrid.

Carreira

Podemos criar dois tipos de carreira: como treinador ou jogador. Inicialmente, como manager, personalizamos o rosto do nosso personagem e depois escolhemos o clube. Não há muitas novidades, entretanto, tem uma muito interessante, as coletivas de imprensa. Nelas você pode escolher as respostas, assim, aumentando sua moral no clube e com os jogadores. Além disso, os jogadores são influenciados por salário e participação nos jogos. Como jogador, seguimos da mesma maneira que o treinador, porém, há uma entrevista após escolher o clube.

Pro Clubs

Esse de longe, é um dos modos mais injustiçados do FIFA, sendo esquecido pela EA Sports por vários anos, nesta edição do jogo, teremos pequenas mudanças de novo. A personalização segue o mesmo modelo dos outros modos, bem detalhista. Outra novidade que já deveria ter a muito tempo é as posições dos jogadores. Agora temos segundo atacante (SA), os pontas direito (PD) e esquerdo (PE) e os alas (ALD e ALE). Também há novas copas, tendo uma por final de semana com regras diferenciadas, como por exemplo, só valendo gols de fora da área. Entretanto, ainda é pouco para único modo que pode reunir 22 pessoas jogando simultaneamente.

Os jogadores com melhores níveis no FIFA

A EA como de costume, anuncia o nível dos 100 melhores jogadores antes do lançamento do jogo. No inicio de setembro, os cinco melhores foram anunciados. Em quinto, Kevin De Bruyne, meio-campo do Manchester City com 91 de overall. Seguido de outro belga, Eden Hazard, recém contratado pelo Real Madrid tem o mesmo nível de seu conterrâneo. Com a medalha de bronze, Neymar, mesmo convivendo com lesões na temporada ficou com 92. E aí, os melhores do mundo por mais de 10 anos. Cristiano Ronaldo, em questão de gols fez um ano abaixo do normal, mas ainda sim é um dos maiores do mundo, 93 para o Gajo. E por fim, o extraterrestre, Lionel Messi, atual melhor do mundo, fecha a lista com 94 de overall.

FIFA Ultimate Team

E o melhor fica para o final. O modo que mais rende para a EA e sempre está nos holofotes é o Ultimate Team. No FUT podemos criar nosso time a partir de entrosamento de ligas ou país, mas temos os Icons, que entrosam com todos os jogadores. Falando neles, são sonho de consumo para todos os jogadores e o FIFA nos trouxe novos. Zidane, Kaká, Carlos Alberto Torres, Drogba, Garrincha, entre outros figuram as novas lendas do Ultimate. As novidades dentro desse modo são quase nulas, Divison Rivals, FUT Champions e Squad Battle os mais jogados se mantiveram quase imutáveis.

https://twitter.com/EASPORTSFIFA/status/1176858900777381889

Foto Destaque: Divulgação/EA Sports FIFA

Avatar
Carlos Vinícius Amorim
Carlos Vinícius Amorim, 21 anos, atualmente cursando jornalismo pelo amor ao futebol, que se iniciou lá em 2005, com apenas seis anos de idade, já imaginam qual o clube né. Sempre se informando e informando aos outros, buscando referências e fontes. Como o jornalismo manda.

Artigos Relacionados