O volante Felipe Melo foi absolvido definitivamente por acusação de agressão e poderá retornar aos gramados. Contudo, o departamento jurídico do Palmeiras terá que enfrentar mais uma vez os tribunais, dessa vez, em defesa do técnico Abel Ferreira. Entenda a situação!

Felipe Melo acusado de agressão

O atleta do verdão foi julgado na última quinta-feira (14) em audiência online. O motivo da sessão foi uma acusação de agressão depois de um lance polêmico entre Felipe Melo e Léo Matos do Vasco. A partida aconteceu em 2020 e era válida pela 20ª rodada do Brasileirão. Em dezembro já havia acontecido o primeiro julgamento onde o volante foi absolvido.

Segundo a ESPN os membros do tribunal entenderam que o lance “não fugiu da visão da arbitragem e não foi de elevada gravidade”. Assim a decisão foi confirmada e Felipe Melo já poderá retornar aos jogos assim que for liberado pelo departamento médico do clube.

Abel Ferreira enfrenta STJD

A procuradoria apresentou uma denúncia contra o técnico Abel Ferreira, depois da expulsão na partida pela Copa do Brasil, diante do Ceará. O comandante alviverde ofendeu o juiz Bráulio da Silva Machado, após a marcação de um pênalti para os visitantes, que em seguida foi anulado pelo VAR.

Segundo anotações da súmula do jogo, o português falou: “Vai se f*, vai tomar no c*, vem ver que não foi nada”. Assim, acabou enquadrado no Artigo 243-F do Código Brasileiro de Justiça Desportiva por “ofender alguém em sua honra, por fato relacionado diretamente ao desporto”.

No dia, o Palmeiras venceu a partida por 3 a 0. Já o técnico negou ter proferido ofensas que justificariam a aplicação do cartão vermelho:

“Antes de ser treinador, sou homem. Antes de ser árbitro, jogador ou treinador, sou homem. No fim, com toda humildade, pedi para falar com o árbitro e ele teve a arrogância e prepotência de não me receber. Também dizer outra coisa: sou religioso, e na igreja precisa estar calado, o futebol é um jogo de emoções” – disse Abel Ferreira.

Se for considerado culpado, Abel poderá ser punido com a suspensão de um a seis jogos e pagar uma multa de até R$ 100 mil. Além disso, ainda poderá ficar fora de campo durante os jogos da final contra o Grêmio.

O julgamento acontecerá nesta segunda-feira (18), no mesmo dia em que o Palmeiras se prepara para enfrentar o Corinthians pelo Brasileirão.

Foto: Cesar Greco / Palmeiras

Ana Paula Contado
Ana Paula Contado
Meu nome é Ana Paula, tenho 20 anos, sou estudante de jornalismo e apaixonada por esporte, especialmente pelo futebol. Fascinada pela magia dos clássicos e leal a resenha, busco levar em meus textos a emoção de uma torcedora raiz.

Artigos Relacionados