Felipe Albuquerque se despede da Ponte Preta: "Foi uma honra vestir sua camisa grandiosa". (Foto destaque: Divulgação / Álvaro Jr/ PontePress)

De antemão, nesta segunda-feira (27), mais um jogador se despediu da Ponte Preta. Do mesmo modo, dessa vez, o lateral-direito Felipe Albuquerque usou a rede social para comunicar oficialmente a saída do clube.

Juntamente com isso o atleta de 22 anos, pertence ao Grêmio, e deve retornar ao Tricolor gaúcho para se juntar ao elenco do treinador Vagner Mancini. De maneira que, o time tem pela frente a disputa do Campeonato Gaúcho e da Série B do Campeonato Brasileiro.

“Obrigado, Ponte Preta. Foi uma honra vestir sua camisa grandiosa. Serei eternamente grato por tudo” disse o jogador na postagem em seu perfil no Instagram.

Felipe

A saber, a saída do craque, que teve o contrato de empréstimo terminado após o fim da Série B, era provável desde que a o clube anunciou a contratação do lateral-direito Norberto, do Cruzeiro. Tal como, a chegada do jogador vai repor a vaga deixada por Albuquerque que já havia recebido a sinalização de que deveria voltar ao Grêmio.

Nesse ínterim, o atleta foi titular da Ponte na maior parte da temporada, atuou em 37 partidas, marcou um gol e deu uma assistência. Bem como, o tento foi marcado na partida contra o Sampaio Corrêa:

Vale lembrar, o jogador chegou como lateral-direito à Ponte Preta, ganhou as primeiras oportunidades na esquerda se firmou como opção para os dois lados. Eventualmente, sempre esteve à disposição de Gilson Kleina para atuar onde for preciso, e o atleta considera a versatilidade importante para a sequência da carreira.

“Sou lateral-direito de origem, mas acredito que jogando no lado oposto só tem a agregar na minha carreira. Consegui me adaptar bem, talvez até tenha jogado mais pela esquerda do que na direita, então isso vai me ajudar a evoluir bastante”.

Além disso, após a saída do lateral, a Ponte se concentra para garantir a permanência de mais um atleta que está emprestados por um clube da Série A e necessita de renovação. Juntamente com isso, a Alvinegra tem interesse em manter Marcos Júnior, mas depende de posicionamentos do São Paulo.

Foto destaque: Divulgação / Álvaro Jr/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs