Jean Pyerre Grêmio

Antes de mais nada, com a chegada de Felipão, Jean Pyerre terá mais uma chance com o Grêmio. Sendo assim, o técnico está realizando testes na formação das partidas e o meia-atacante está em seus planos.

Nesse ínterim, no último jogo de Tiago Nunes, o comandante colocou Jean como titular, após um mês na reserva, porém o rendimento no jogo não foi bom. No entanto, logo após sua chegada, Scolari já tinha demonstrado interesse em “salvar” o atleta, dando uma atenção especial. Ambos chegaram a conversar e o jogador demonstrou interesse. Após o Grenal, Felipão quis deixar isso claro com a torcida. Assim pedindo paciência e confiança.

“Eu penso em dar o carinho e as oportunidades que ele precisa. Eu penso em mostrar como ele é importante. Acredito que eu vá conseguir, com o Jean, que ele entenda alguns pequenos detalhes para acrescentar. O Jean pode confiar em mim. Pode acreditar que eu vou passar algumas coisas para ele melhorar, e muito. Tudo que imaginamos ele já tem e pode melhorar bastante com alguns movimentos, colocações. Tenho uma ideia bem específica de como se portar em alguns lances, para superar essa dificuldade. Os torcedores do Grêmio podem ficar tranquilos: o Jean vai nos ajudar muito. E vamos ter um time aguerrido e que o Jean também vai ser aguerrido”, disse Felipão.

A princípio, o carinho deu certo, já que no último jogo contra a LDU, Jean Pyerre fez uma bela atuação, inclusive foi dos pés dele que saiu a assistência para Léo Pereira marcar o gol da vitória Tricolor.

JEAN PYERRE NO GRÊMIO

Com contrato até 2023, o meia fez sua estreia profissional em 2017. Assim, começou a viver seu auge dentro do time, porém em 2019, após assumir a titularidade, o mesmo não terminou a temporada, pois teve uma lesão muscular na coxa, às vésperas de uma decisão.

Por fim, neste ano, o atleta esteve em 24 jogos e marcou três gols. Nesse ínterim, chegou a receber oferta do Vancouver Whitecaps, do Canadá, e depois foi sondado por outras equipes. Entretanto, com a chegada de Felipão, a saída do atleta no momento, não está mais nos planos.

Foto destaque: Reprodução / Lucas Uebel / Grêmio

Emilena Gonçalves
Prazer, Emilena Gonçalves! Estudante de jornalismo, gaúcha, gremista, Neymarzete e amante do futebol. Me apaixonei pelo futebol na copa de 2002 e por crescer em uma família que só acompanhava Copa do Mundo, precisei começar a frequentar os estádios sozinha, aos 14 anos. A vontade de fazer jornalismo começou aos 12 anos, e nada melhor do que unir duas paixões.