SIPG e Renhe empatam em um banho de água fria para ambos

O Beijing Renhe, jogando em casa, se tornou o “feijão no sorvete” do Shanghai SIPG nesta última quarta-feira (27). Isso porque, por mais que fosse a zebra, conseguiu segurar o poderosíssimo time de Xangai. Assim, o elenco de Hulk e companhia dá adeus para quaisquer chances de título. Para eles sobrou a terceira posição, enquanto para o Renhe, o rebaixamento já estava decretado desde antes.

1ºTEMPO

O Shanghai SIPG começou a partida de forma esmagadora, indo para cima com tudo e marcando logo aos 3′, após enrosco na área. Coube ao atacante Arnautović marcar, mas a jogada saiu dos pés de Hulk. O camisa 10 ainda acertou um cabeceio no travessão, antecipando o zagueiro, aos 24′. Porém, a resposta veio aos 33′, com outra na trave, só que do meia Elvis Manu. A primeira etapa, contudo, não teve muitas mais emoções do que estas.

2ºTEMPO

A segunda etapa, por outro lado, começou com o time da casa sedento pelo empate, afim de ser o feijão no sorvete do SIPG. E ele veio, dos pés do camisa 9 Diop. Contudo, o árbitro anulou o gol, de maneira correta, por um impedimento explícito. Deste modo, coube ao Hulk aparecer de novo, mas dessa vez não tão herói como no SIPG ou nas hq's. O atacante deu uma “assistência contra” para o camisa 9 do Renhe, que bateu com força, sem chances para o goleirão. Ele até enfiou uma bomba de fora da área para tentar se redimir com a torcida, mas parou no goleiro dos mandantes. Além disso, o jogo contou ainda com mais uma bola na trave e uma expulsão. Shi Ke deu uma entrada criminosa em Manu que criou tumulto, e foi expulso por isso.

E AGORA?

Por mais que o time tenha alcançado o empate, contrário aos prognósticos, o Beijing Renhe já estava rebaixado, então o resultado não importava muito ao time. Por isso, o Renhe viaja sem motivação alguma para enfrentar o Dalian Yifang no próximo domingo (1), às 4h (horário de Brasília). Já o Shanghai SIPG, sem perspectiva de título, pega o Shenzhen Kaiza em casa, no mesmo dia e horário.

MELHORES MOMENTOS:

Glauber Nathan
Meu nome é Glauber Nathan, tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo. O futebol entrou cedo na minha vida, e de lá para cá, respiro o esporte. Apesar de ser um fã assíduo do rádio, não perco a oportunidade de acompanhar qualquer jogo, independente do campeonato, divisão ou país. Entendo que o mais importante é entender e fazer os outros compreenderem a emoção do espetáculo chamado futebol.

Artigos Relacionados