Manchester United

Não é nenhuma novidade o fato de que os Red Devils enfrentam uma má fase dentro e fora dos gramados, no entanto, parece que a família real da Arábia Saudita, – considerado um dos maiores país árabe na Ásia e na Península Arábica –  está disposto a ser o novo dono do clube inglês. De acordo com o jornal inglês The Sun, o rei Abdulaziz Al Saud e o príncipe Mohamed bin Salmán demonstraram interesse total em comprar o Manchester United, caso a negociação seja concretizada a família real saudita terá que pagar um valor de 4 bilhões de libras, o equivalente a R$ 20 bilhões.

Um dos atuais dono do Man United, o empresário norte americano Avram Glazer está com uma viagem marcada para a Arábia Saudita com intuito de fazer parte de uma conferência internacional sobre investimentos. A partir deste período, o objetivo é que as negociações com os sauditas sejam realizadas.

(Reprodução/Word Footbol)

O atual príncipe e herdeiro da Arábia Saudita, entende que a compra do United terá um significado muito importante partindo do pressuposto de que será uma maneira de poder competir com o Catar e os Emirates Árabes, países que possuem um desenvolvimento elevado no mundo do futebol, além de ser uma forma de ascender o esporte no pais.

Em maio de 2005 o Manchester United foi comprado pelo bilionário de origem norte americana, Malcolm Glazer, que faleceu em 28 de maio de 2014. A revista Forbes afirmou, em 2012, que o clube era o mais caro do mundo com uma fortuna avaliada em 2,2 bilhões de dólares. Apesar da morte de Malcom, a família Glazer afirmou em 2015 que vai manter o investimento no clube, pois que ainda possui 90% das ações. Por outro lado, a família saudita que possui uma fortuna avaliada em 960 bilhões de euros, poderá com certeza transformar de maneira significativa o rumo dos Red Devils.

Paulino Henjengo
Paulino Henjengo Nachipipa Martins, angolano e jornalista pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Go). Em Anápolis trabalhou no Jornal Contexto como repórter colaborador, e no Jornal O Bairrista como Repórter e cinegrafista, além de estagiar no Canal 5 como cinegrafista. Atualmente exerce a função de inspetor de ensino na Faculdade Anhanguera de Anápolis desde março de 2015, e é mestrando em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e pôs graduando em Docência Universitária pela Faculdade Anhanguera de Anápolis.

Artigos Relacionados