Facundo Campoy celebra estreia como profissional

A última quarta-feira (27), ficou marcada na carreira de Facundo Campoy. Isso porque, o jovem zagueiro, de 20 anos, fez a sua estreia como profissional. Ele foi titular do Sud América na vitória por 4 a 2 sobre o Universitario de Salto, pela primeira fase da Copa do Uruguai.

Muito feliz com essa primeira oportunidade no time principal, ainda mais pela vitória e classificação na copa. Busquei colocar em prática o trabalho do dia a dia, acredito que consegui ajudar os meus companheiros. Nosso time fez um grande jogo e foi merecedor do resultado”, ressaltou o defensor uruguaio.

Trajetória profissional de Facundo Campoy

Na equipe de Montevidéu desde 2017, Facundo Campoy foi alçado ao time de cima no início do ano. O desempenho nos treinos agradou a comissão técnica e, em abril, o zagueiro assinou o seu primeiro contrato profissional com o Sud América. Ele faz parte do grupo que busca o acesso na segunda divisão nacional e pode ter mais chances na equipe durante a temporada.

Tenho vivido um ano muito especial aqui no Sud América. Fui integrado aos profissionais, assinei o meu primeiro contato e agora fiz a minha estreia. Sigo trabalhando para ajudar o clube a conquistar os seus objetivos na temporada. É um momento muito especial para mim e minha família. Feliz por assinar esse primeiro contrato profissional. Dessa forma, agradeço ao clube pela oportunidade, farei o meu melhor para corresponder dentro de campo”, finalizou Facundo Campoy.

No entanto, o jovem uruguaio, de 20 anos, assinou o primeiro contrato profissional no final de abril com o clube. Ao passo que o zagueiro espera auxiliar o time a conquistar o acesso para elite do futebol uruguaio. Ao passo que o SUD América volta a campo contra o Uruguay Montevidéu no próximo domingo (7), às 20h30 (horário de Brasília), no estádio Parque Palermo. Por fim, a partida é válida pela 14° rodada da segunda divisão do Campeonato Uruguaio.

Foto destaque: Camila Aguilar

Tity Marx
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

Deixe um comentário