Fábio Sanches tem proposta para permanecer na Ponte Preta até o fim de 2022. (Foto destaque: Divulgação/Diego Almeida/ PontePress)

A princípio, a Ponte Preta segue reformulando seu elenco para a temporada 2022. Assim como, a ideia é não sofrer como foi este ano e permanecer com os jogadores. Dessa forma, a Macaca apresentou uma proposta de renovação com Fábio Sanches, zagueiro e um dos líderes do elenco.

Vale lembrar, o jogador marcou um importante gol para o time no empate contra o Goiás, fora de casa. De maneira que, na ocasião, foi pelo alto que a Macaca conseguiu abrir o placar com cruzamento fechado de Rafael Santos. Assim, o defensor cabeceou para o fundo do gol e abriu o placar. Bem como, a lei do ex entrou em ação, pois Fábio Sanches, antes defendia o Goiás. Confira:

Ocasionalmente, a proposta da Ponte Preta hoje é para o jogador permanecer no time até o final da Série B de 2022. Juntamente com isso, apesar da nova diretoria, Gilson Kleina, a princípio, será mantido no cargo e já começou a trabalhar para organizar seu elenco.

Fábio Sanches

Vale lembrar, o atleta tem 30 anos e fez 18 jogos com a camisa alvinegra, com um gol marcado. Por outro lado, tem ainda passagens por clubes como Avaí, XV de Piracicaba, Mogi Mirim (onde foi revelado).

De maneira que, ao longo da carreira, o craque também já passou por América-RN, ASA-AL, e Paysandu antes de chegar ao Goiás em 2017. Da mesma forma foi o período em que trabalhou com Gilson Kleina, atual comandante da Ponte.

Juntamente com isso, o futebolista chegou para reforçar o sistema defensivo da Macaca no mês de junhoDa mesma forma, na época, o futebolista estava sem espaço no Goiás (com apenas seis jogos).

Afinal, a Ponte Preta inicia sua caminhada no Paulistão diante do Palmeiras, no Allianz Parque. Por outro lado, o jogo está marcado para o dia 26 de janeiro.

Foto destaque: Divulgação/Diego Almeida/ PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs