Fábio Sanches, renova contrato com a Ponte Preta até dezembro de 2022. (Foto destaque: Divulgação / PontePress)

Inicialmente, a Ponte Preta segue se renovando e, após o técnico Gilson Kleina renovar no início do mês, dessa vez, Fábio Sanches, destaque positivo no sistema defensivo em 2021, renovou com o time até 2022. A saber, a permanência do jogador era uma das prioridades da nova diretoria.

Assim como, o novo compromisso do futebolista com a equipe alvinegra vai até dezembro de 2022. Ao mesmo tempo, o atleta se diz contente com a renovação e cita a boa recepção da torcida pontepretana:

“Estou muito feliz em ter renovado meu contrato com a Ponte e se Deus quiser poder fazer uma temporada completa, já que neste ano cheguei na metade. Sempre foi minha vontade permanecer aqui, onde fui muito bem recebido pela torcida, pessoal do clube e diretoria”, diz o jogador.

Fábio Sanches

Eventualmente, o atleta fala o que espera de 2022.

“Temos um grande ano pela frente, que possamos fazer grandes campeonatos e conquistar nossos objetivos. A Ponte tem tradição, é um time de expressão e camisa pesada: temos que brigar sempre por títulos, por acesso e esse é nosso objetivo. Assim como fiz neste ano, vou me dedicar ao máximo junto com diretoria e companheiros para conquistá-lo. Que 2022 seja um ano de muita alegria”.

Por fim, o zagueiro chegou à Ponte em junho, tem 30 anos e fez 18 jogos com a camisa alvinegra, com um gol marcado. Por outro lado, o atleta atuou por Avaí, XV de Piracicaba e Mogi Mirim (onde foi revelado).

Nesse ínterim, Marco Eberlin, presidente eleito pontua sobre a renovação de contrato com o zagueiro.

“Como antecipei ontem mesmo, na apresentação do Luis Fabiano como coordenador de futebol, já estamos trabalhando lado a lado com a gestão atual para colocar uma equipe competitiva em campo, e a renovação com o Fábio Sanches é só um primeiro passo neste sentido”, diz.

Foto destaque: Divulgação / PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs