Gabriel Neves

Na última segunda-feira (30), o São Paulo passou a ter um problema para a temporada. Afinal, o Tricolor anunciou a contratação de dois sul-americanos: Calleri e Gabriel Neves. Dessa forma, a equipe possui oito estrangeiros. Assim, o clube excede o limite de gringos que podem ser relacionados em uma mesma partida.

O São Paulo se torna a equipe do Brasileirão com mais estrangeiros. Então, Crespo terá que optar por não relacionar três gringos por jogo. Contudo, Calleri e Gabriel Neves não podem disputar a Copa do Brasil. Portanto, haverá um rodízio interessante entre esses atletas da América do Sul.

Os estrangeiros do São Paulo são: Benítez, Calleri e Rigoni (argentinos), Arboleda e Rojas (equatorianos), Gabriel Neves (uruguaio), Orejuela (colombiano) e Galeano (paraguaio).

Decerto, alguns atletas tem feito poucos jogos. Assim, Galeano e Orejuela devem amargar muitos jogos sem serem relacionados. Todavia, Crespo tem tido muitos problemas com lesões. Então, é possível que sempre haja oportunidade a todos. Além disso, Dani Alves e Arboleda estão nos radares de suas seleções. Portanto, é importante ter um elenco qualificado.

Agora, esse problema do São Paulo deve ocorrer apenas nesta temporada. Afinal, Rojas não deve ter seu contrato renovado. Além disso, Arboleda está buscando a cidadania brasileira. Assim, o jogador deixaria de ocupar a vaga de um estrangeiro. Por outro lado, Benítez e Galeano ainda possuem um futuro incerto.

Neste momento, o São Paulo vai ter 12 dias para treinar. Assim, o treinador terá tempo para encontrar o time ideal. Além disso, será um período importante para os atletas se recuperarem a forma física a 100%. Claro, a preparação é para o jogo contra o Fluminense e Fortaleza. Aliás, contra o time cearense, o duelo vale vaga nas semifinais da Copa do Brasil.

Foto Destaque: Divulgação/ Rubens Chiri/ São Paulo

Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.