Vadão

No início da tarde dessa segunda-feira (25), o futebol perdeu um grande técnico. Oswalder Alvarez, o Vadão, morreu. O ex-comandante da Seleção Brasileira Feminina estava internado desde a semana retrasada. O mesmo contava com inúmeras passagens em grandes clubes ao longo de sua carreira, como Corinthians e Guarani.

Com 64 anos de idade, Vadão estava lutando contra um câncer no fígado desde o início de 2020. Além disso, o mesmo chegou a passar por algumas sessões de quimioterapia, chegando a apresentar uma certa melhora. Contudo, o quadro se agravou nas últimas semanas. Atualmente, o ex-comandante estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

https://twitter.com/fnvbr/status/1264979864320462852

CONQUISTAS E GRANDES PASSAGENS

Vadão teve grandes feitos em sua carreira. Além de ser o terceiro técnico com mais passagens pelo Guarani (sendo quatro, ao total), fez história na Ponte Preta. Ele era conhecido como Mister Dérby, por nunca ter perdido um clássico de Campinas – seja pelo Guarani ou Ponte Preta –. Assim também, foi o responsável por lançar Kaká ao profissional. Dessa maneira, em 2001, colocou o meia em campo pelo Torneio Rio-São Paulo.

Em 2014, recebeu o convite da CBF para assumir a Seleção Brasileira Feminina. Vadão esteve à frente em duas passagem. A primeira ficou dois anos e sete meses. Teve diversas conquistas, como a Copa América 2014, Jogos Pan-Americano de 2015, além do quarto lugar nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016, entre outros. Além disso, em 2016, foi eleito como o 6º melhor treinador do mundo de futebol feminino. 

Na segunda passagem, Vadão ficou por um anos e 11 meses. Ele voltou em setembro de 2017. Dessa maneira, conquistou outros títulos. Assim, foi campeão da Copa América, em 2018. O seu último torneio pela Seleção foi a Copa do Mundo de 2019. Na ocasião, o Brasil foi eliminado nas oitavas de final para a França. Um mês depois do Mundial, acabou sendo demitido pela CBF.

https://www.instagram.com/p/CAnn5wWFgqK/

CONFIRA A NOTA DA ASSESSORIA

Lamentamos o falecimento do treinador de futebol, Oswaldo Alvarez, mais conhecido como Vadão. Aos 64 anos, o técnico estava hospitalizado no hospital Albert Einsten, em São Paulo, e, infelizmente, não resistiu ao tratamento de um câncer no fígado.

Vadão teve passagens por São Paulo Futebol Clube, Corinthians, Ponte Preta, Guarani, Mogi Mirim, onde comandou o Carrossel Caipira, Seleção Brasileira Feminina de Futebol, entre outros.

O enterro será na cidade de Monte Azul Paulista, interior de São Paulo, local de seu nascimento.

Foto destaque: Reprodução/Reuters

Lauren Berger
Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Artigos Relacionados