Tradicional celeiro do futebol no Uruguai, o Montevideo Wanderers já revelou notáveis jogadores. Por exemplo: Fernando Muslera atual goleiro da mítica Celeste, Sebástian Eguren que fez parte da ótima campanha uruguaia na Copa do Mundo 2010 e o lendário Enzo Francescoli, ídolo do River Plate-ARG. Entretanto, uma das descobertas mais recentes nas canteras do clube foi Nicolás Queiroz, jovem atleta de 23 anos. Longe do Wanderers há quase um ano, quando o Emelec-EQU o adquiriu por € 315 mil (R$ 1,3 milhão), o meia ainda produz lucro à sua equipe formadora.

Em outras palavras, o empréstimo expirou no dia 31 de junho do ano vigente e ontem (1) Los Eléctricos optaram por adquirir em definitivo os direitos de Queiroz. No total, foram desembolsados cerca de € 450 mil (R$ 1,9 milhão). A permanência de Nicolás Queiroz é fundamental para o Emelec, levando em consideração as saídas de Billy Arce, Leandro Vega, Joel Pissano e Gabriel Cortez, peças importantes no elenco equatoriano. Sobretudo a situação na liga nacional não é boa e o Emelec figura apenas em 9º lugar, precisando fazer uma campanha de recuperação.

Já o Montevideo Wanderers ainda está vivo na . Caso vençam, Los Bohemios farão história pois será a primeira vez do time nas quartas de final em todas competições internacionais disputadas.

HISTÓRICO DE QUEIROZ

Natural da capital do Uruguai, Montevideo, Nicolás Queiroz Martínez nasceu em 7  de maio de 1996. Durante sua juventude o jogador atuou pelo Plaza Colonia-URU, permanecendo até 2014. Em seguida, Queiroz entrou na mira do Montevideo Wanderers que confiou no potencial do jovem e o contratou. Primeiramente jogando na equipe b do Wanderers e posteriormente subindo para o elenco principal em 2015. Pelos Bohemios foram 25 partidas disputadas e um gol marcado. As boas atuações lhe renderam ofertas para deixar sua terra natal e no meio do ano de 2018 foi sacramentada a transferência rumo ao Emelec, onde Nico atuou 34 vezes, marcando dois gols.

Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

Artigos Relacionados