Ex-jogador do Fluminense

O ex-jogador do Fluminense e atual meio-campista do Bahia, Daniel abriu cobrança na Justiça contra o Tricolor. Dessa maneira, o pedido, que se refere a R$ 487 mil, teve entrada no Tribunal Regional do Trabalho, na terça-feira (13). Portanto, de acordo com o ge, o valor é referente a verba rescisórias, FGTS, multas e honorários advocatícios.

Daniel iniciou a carreira nas categorias de base do Fluminense. Assim, em 2016, o jogador passou a entrar nas escalações do time. No entanto, jogou apenas sete partidas pela equipe. Portanto, o clube carioca negociou um empréstimo do meio-campista ao clube Oeste-SP. Em seguida, o ex-jogador do Fluminense foi ao Botafogo-SP.

Em 2019, Daniel voltou ao Flu em uma passagem com mais oportunidades. Dessa forma, na época, com o time comandado pelo técnico Fernando Diniz, o meia ganhou espaço e credibilidade no time. Portanto, totalizou 56 partidas jogadas com a camisa tricolor. Entretanto, no fim do ano, foi para o Bahia, após não receber proposta de renovação do Fluminense.

Assim, no Bahia, o meio-campista vem sendo titular. Dessa maneira, o meia soma um total de 62 confrontos e cinco gols marcados pela equipe.

Confira os valores cobrados pelo ex-jogador do Fluminense ao clube Tricolor

  • Verbas rescisórias (saldo de salários, premiações e férias): R$ 164.808,22
  • Dobra das férias pelos não pagamentos no prazo correto nos períodos de 2015/2016, 2016/2017, 2017/2018 e 2018/2019: R$ 88.666,66
  • Multa ocasionada pelo artigo 477 da CLT: R$ 19.000,00
  • Multa ocasionada pelo artigo 467 da CLT: R$ 82.404,11
  • FGTS não depositados: R$ 68.755,81
  • Honorários advocatícios: R$ 63.545,22
  • Total: R$ 487.180,02

Foto Destaque: Reprodução/ Bahia

Avatar
Juliana Veiga
Estudante de Jornalismo, carioca, 22 anos. Escolhi o jornalismo, pois é uma profissão admirável, que apresenta uma amplitude de áreas para atuação e possui a missão de informar e formar opiniões. Desde a minha infância sonhava em ser comunicadora, e a paixão pelo futebol sempre esteve presente em minha vida. Assim, tornando o jornalismo esportivo a primeira certeza que tive na profissão. Redatora em sites jornalísticos e apaixonada por esportes, escrita e fotografia.

Deixe uma resposta