Um dia após o término da Serie A TIM 2019/20, o Cagliari já adotou medidas para a próxima temporada. A saber, nesta segunda-feira (3), o clube da Sardenha anunciou oficialmente seu novo técnico. Trata-se de Eusebio Di Francesco, de 50 anos. O italiano chega para substituir o ex-goleiro Walter Zenga, que comandou o Rossoblù até o final do Calcio. Dessa forma, o novo treinador do time tenta apagar passagem ruim pela Sampdoria, quando foi substituído por Claudio Ranieri.

LEIA MAIS:

Antonio Conte dispara contra a diretoria da Inter: “Foi um ano duro”

Emmanuel Dennis entra na mira da Atalanta

Seleção da temporada 2019/20 da Serie A TIM

MUDANÇA DE TREINADOR E TEMPORADA DO CAGLIARI

O anúncio do novo treinador do Cagliari foi feito nesta segunda-feira (3), em seu site oficial em nota, e também nas redes sociais. Dessa forma, o clube se mostra bastante empolgado com a contratação de Di Francesco, que terá contrato válido por duas temporadas ou seja, até a metade de 2022. O italiano chega para assumir o comando da equipe que terminou  a Serie A na 14ª posição com 45 pontos, mas apenas três vitórias no segundo turno, o que fez o Rossoblù despencar na tabela, após chegar a zona de UEFA Champions League.

“Técnico experiente e preparado, capaz de dar uma identidade precisa a suas equipes, Di Francesco agora disponibilizará todo o profissionalismo e habilidades disponíveis para o clube, contribuindo para o crescimento do Cagliari. Bem-vindo à Sardenha, senhor!”, diz o Cagliari em nota oficial.

CARREIRA DE EUSEBIO DI FRANCESCO

Natural de Pescara, Eusebio Di Francesco foi jogador de futebol até 2005, quando se aposentou, jogando pelo Perugia. Dessa forma, iniciou sua carreira de treinador em 2008 pelo Lanciano, passando por Pescara e Lecce, até chegar no Sassuolo, onde fez um grande trabalho que levou os Neroverdis a elite do futebol italiano. Isso chamou a atenção da Roma, e o técnico levou o Giallorossi até as semifinais da UEFA Champions League em 2018, passando pelo Barcelona nas quartas de final.

Entretanto, seu último trabalho não foi positivo, comandando a Sampdoria. Após Marco Giampaolo deixar o Blucerchiati para comandar o Milan, Di Francesco foi o escolhido para comandar o clube de Gênova, onde ficou apenas três meses, com seis derrotas e apenas uma vitória, e logo foi demitido, deixando o time na lanterna da competição, e sendo substituído por Claudio Ranieri, que salvou a Samp do rebaixamento.

Foto destaque: Divulgação/Cagliari Calcio

Caíque Ribeiro
Caíque Ribeiro
Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 20 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

Artigos Relacionados