Europa: Um ano típico e atípico no Velho Continente

O ano de 2015 no futebol europeu foi um ano muito especial, pois além de termos as confirmações do óbvio, tivemos muitas surpresas, que sem dúvida nos fizeram nos apaixonar ainda mais pelo esporte mais popular do mundo.

Falemos primeiro das confirmações do óbvio. A maioria dos campeonatos nacionais europeus de ponta mantiveram os seus campeões, ou mantiveram os times de ponta como campeões. Na Espanha, o Barcelona voltou a ser campeão, e ao que tudo indica a hegemonia Barça-Real continuará na terra de La Liga. Na França, o PSG foi campeão e manteve a sequência de títulos. Na Itália e Alemanha, Juventus e Bayern de Munique continuaram hegemônicos em seus países.

Em Portugal o Benfica conquistou o bi, após um tricampeonato do Porto.Na Inglaterra como aconteceu no ano anterior, o equilíbrio reinou, Arsenal e Chelsea travaram um duelo sensacional pelo título, mas no fim das contas os blues levaram o título para Stamford Bridge, e deixaram os gunners por mais um ano na fila.

Nas competições internacionais o Barcelona levou a Champions League, após 4 anos chegando perto e batendo na trave. Apesar disso, a Juventus foi a grande sensação do torneio; mesmo sendo vice o time de Turim saiu bastante prestigiado da competição. Na Liga Europa o favorito Sevilla foi o campeão, mas o seu adversário na final foi uma verdadeira zebra, o Dnipro Dnipropetrovsk, da Ucrânia.

O aumento de número de seleções na Eurocopa de 16 para 24, permitiu que seleções tradicionais retornassem à Euro. A principal delas foi a Bélgica, retornando à competição após 16 anos. A grande zebra negativa do ano foi a Holanda, quarta colocada na Copa, mas que não conseguiu a classificação para o torneio.

A zebra andou rolando solta; para que se tenha uma ideia, 5 times estrearão na próxima Euro: Eslováquia, Pais de Gales, Irlanda do Norte, Islândia e a Albânia, sendo as duas últimas as maiores supresas. Lembrando que o time de Reykjavík já havia batido na trave, nas eliminatórias da Copa, sendo eliminada pela Croácia na repescagem.

Avatar

Sobre Rafael Madjarof

Rafael Madjarof já escreveu 6 posts nesse site..

Rafael Madjarof, Estudante de Jornalismo da Metodista, 20 anos. Sou apaixonado por diversos esportes (inclusive o futebol). Sempre pensei em trabalhar na área esportiva, pois desde pequeno acompanhei o esporte, e um dos principais motivos de eu ter decidido fazer o curso jornalismo é de trabalhar na área, também gosto da parte política, mas me considero acima de tudo um Louco por Esportes.

BetWarrior


Avatar
Rafael Madjarof
Rafael Madjarof, Estudante de Jornalismo da Metodista, 20 anos. Sou apaixonado por diversos esportes (inclusive o futebol). Sempre pensei em trabalhar na área esportiva, pois desde pequeno acompanhei o esporte, e um dos principais motivos de eu ter decidido fazer o curso jornalismo é de trabalhar na área, também gosto da parte política, mas me considero acima de tudo um Louco por Esportes.

    Artigos Relacionados

    Topo