Goiás: Fellipe Bastos fala sobre identidade do time

Em entrevista coletiva, o volante do Goiás, Fellipe Bastos, falou sobre as suas atuações e ainda destacou a excelente recuperação da equipe no empate diante da Ponte Preta.

O QUE EXPLICA ESSE SEU BOM MOMENTO?

“No futebol, precisamos sempre provar em campo nossa qualidade. Por mais que meu currículo fale por mim, preciso sempre estar provando para a diretoria, para o torcedor e para a comissão técnica. Sentimos a saída do Cabo, mas precisamos seguir. Restam apenas cinco jogos. Sabemos que não fizemos um bom primeiro tempo contra a Ponte. Sou profissional e entrei para ajudar da melhor forma. Vim sabendo da minha importância e que posso ajudar. Tenho boa relação com Marcelo, mas o que vinha me credenciando a jogar eram minhas atuações”, afirmou.

QUAL O PONTO FORTE DO GOIÁS?

“A identidade do nosso time é de um time trabalhador. De um time que vai para a guerra e se dedica. Nosso time não é tecnicamente um dos melhores, mas também não é dos piores. Sabemos da nossa qualidade e como somos fortes, que é quando nos dedicamos e lutamos um pelo outro. É quando temos raça e vontade. Essa é a nossa identidade. Nossos jogos são sempre apertados, vencemos poucas vezes por uma grande vantagem, mas não desistimos nunca. E é essa essência que conseguimos resgatar no último jogo após sair perdendo por 2 a 0”, finalizou Fellipe Bastos. 

André Merice
A paixão pelo esporte me fez escolher a profissão. A experiência como atleta não foi como o esperado. Então, procurei algo em que me encaixasse. E o Jornalismo foi a primeira opção! Falar já é bom, quando o assunto é futebol, se torna melhor ainda.