Entenda o que levou o Botafogo para a Série A do Brasileirão

Antes de mais nada, agora é oficial: O Botafogo, após vencer o Operário por 2 x 1, se garantiu na Série A do Brasileirão em 2022. Entretanto, não foi nada fácil para o Glorioso chegar aonde chegou. Assim, chegou a amargar a 13ª colocação da Série B, mas deu a volta por cima e agora luta pelo título da 2ª Divisão.

Início difícil do Botafogo na Série B

Em suma, tudo começou após a péssima campanha do Botafogo no Campeonato Carioca (o time não conseguiu chegar as semifinais da competição e foi vice campeão da Taça Rio). Assim, a diretoria agiu rápido e contratou. Nomes como Barreto, Daniel Borges, Luís Oyama, Diego Gonçalves e Carlinhos são alguns exemplos de jogadores, titulares na maior parte dos jogos, que chegaram após a disputa do estadual.

Entretanto, mesmo com as contratações, o time não estava formado. Então, o clube carioca não começou bem na Série B. A torcida, apesar de não estar indo ao Estádio Nilton Santos na época, mostrava sua indignação com o momento do clube. E duas movimentações foram essenciais neste primeiro momento: A chegada de Chay e a demissão do técnico Marcelo Chamusca.

Assim, o treinador caiu na 10ª rodada da Série B, deixando o Glorioso na em 10º na tabela de classificação. O clima já era bastante pesado para o treinador após as eliminações na Copa do Brasil e no próprio Campeonato Carioca. Portanto, não resistiu ao péssimo começo do Botafogo.

A recusa de Lisca

Entretanto, logo na primeira partida do Botafogo sem Chamusca, o time é derrotado fora de casa pelo Brusque. A diretoria, enquanto isso, buscava um novo técnico, e o principal nome era o do Lisca. Entretanto, o treinador, que estava sem clube, chegou a abrir negociações, mas recusou no momento de assinar o contrato. E pior: Semanas depois, assinou com o Vasco da Gama.

Este evento tirou muito a moral de todos os envolvidos com o Botafogo. Assim, o fato da rejeição de Lisca abalou os corredores de General Severiano. Entretanto, esse evento foi um grande divisor de aguas para o clube da Estrela Solitária.

Chegada de Enderson Moreira e a grande arrancada do Botafogo

A recusa de Lisca permitiu a chegada do atual treinador, Enderson Moreira. Contudo, muitos não colocavam fé na contratação de Enderson. Já que não era a primeira opção da diretoria. Além disso, já na primeira partida, ele foi expulso por, simplesmente, xingar o 4º arbitro. Todavia, após isso, começou a grande reviravolta.

Enderson Moreira assumiu o clube na 13ª colocação. Porém, engatou várias vitórias seguidas e decolou na tabela de classificação. Tudo isso, graças a química que aconteceu entre técnico, jogadores e diretoria. Já que vários jogadores também melhoraram bastante seu rendimento após a chegada do novo professor. Entre eles, Marco Antônio e Luís Oyama, que hoje são cruciais na equipe.

E, na última segunda-feira (15), completou sua reconstrução de, aproximadamente, nove meses. O principal objetivo do Botafogo na temporada era o acesso para a Série A, e com muito profissionalismo e seriedade de todas as partes envolvidas (diretoria, jogadores, comissão técnica e torcida), o objetivo foi alcançado.

Futuro do Glorioso

Entretanto, o que o futuro reserva para o clube de General Severiano? No futuro próximo, o Botafogo pode garantir o título da Série B (inclusive na próxima rodada) e completar o ano de 2021 de forma espetacular.

Entretanto, a diretoria deve pensar a longo prazo. O Botafogo, com toda a sua história, não deve sequer pensar apenas em lutar para se manter na Série A em 2021. Muito pelo contrário, o Botafogo é um dos pilares do futebol brasileiro, e o planejamento para 2022 já começou. Contratações e, principalmente, renovações, são a prioridade do diretor de futebol Eduardo Freeland. O Glorioso está de volta a elite do futebol, e deve pensar, a partir de hoje, como um clube de elite, como sempre foi.

Foto Destaque: Divulgação / Botafogo 

João Victor Freire
Alagoano, porém criado no Rio De Janeiro. 20 anos. Tenho pra mim que o Jornalismo é uma das profissões mais belas que existem, e é o que eu sei e gosto de fazer desde pequeno. E aliado a isso, tenho uma paixão por esportes.