Em partidas oficiais, quais clubes mais cederam jogadores para a Seleção Brasileira?

Formada pela primeira vez em 21 de julho de 1914, a Seleção Brasileira de Futebol masculino já ultrapassou a casa dos mil jogadores em toda sua história. Neste número, o Clube de Regatas Flamengo é o clube recordista de representantes em jogos oficiais, com 121 atletas diferentes. O rubro-negro carioca acumula uma boa vantagem sobre Palmeiras e São Paulo, equipes que dividem a segunda posição. Confira o top 10:

1 –  Flamengo (121 jogadores)
Primeiro convocado: Píndaro de Carvalho Rodrigues e Nery
Último convocado pela primeira vez: Alex Muralha

2 –  Palmeiras e São Paulo (104 jogadores cada)

Primeiro convocado: Heitor Domingues (Palmeiras) e Arthur Friedenreich (São Paulo)
Último convocado pela primeira vez: Gabriel Jesus (Palmeiras) e Rodrigo Caio (São Paulo)

3 –  Vasco (101 jogadores)

Primeiro convocado: Nelson da Conceição
Último convocado pela primeira vez: Dedé

4 – Corinthians (97 jogadores)

Primeiro convocado: Amílcar Barbuy
Último convocado pela primeira vez: Fágner

5 –  Fluminense (91 jogadores)
Primeiro convocado: Oswaldo Gomes
Último convocado pela primeira vez: Jean

6 –  Santos (85 jogadores)
Primeiro convocado: Arnaldo Patusca da Silveira
Último convocado pela primeira vez: Gabriel Barbosa

7 – Botafogo (83 jogadores)
Primeiro convocado: Rolando de Lamare e Abelardo
Último convocado pela primeira vez: Dória

8. Grêmio (64 jogadores)
Primeiro convocado: Sérgio Moacir Torres Nunes
Último convocado pela primeira vez: Walace

9. Atlético-MG (58 jogadores)
Primeiro convocado: Carlyle Guimarães Cardoso
Último convocado pela primeira vez: Douglas Santos

10. Cruzeiro e Internacional (57 jogadores)
Primeiro convocado: Leonízio Fantoni “Niginho”(Cruzeiro) e Tesourinha (Internacional)
Últimos convocados pela primeira vez: Ricardo Goulart e Everton Ribeiro (Cruzeiro) e Alisson Becker (Internacional)

Jonathan Silva
Jonathan Silva
Um jornalista de 23 anos que simplesmente ama futebol. Trabalhou nos jornais Folha Metropolitana e Metrô News, de São Paulo, todos como repórter. Atualmente é assessor na empresa TBL Comunicação. Por paixão, há três anos criou o blog Gol de Canela Futebol Clube, que procurar contar um pouco sobre história do futebol.

Artigos Relacionados

Topo