Em noite mágica, Puebla elimina Monterrey e volta à Liguilla após cinco anos

- La Franja empata no fim do segundo tempo, leva decisão para os pênaltis e garante vaga nas quartas
Monterrey x Puebla

O que aconteceu no estádio BBVA Bancomer, na madrugada dessa segunda (23), foram cenas de um roteiro que parecia cinematográfico. Em síntese, Monterrey x Puebla empataram em 2 x 2 no tempo normal e os visitantes levaram a melhor nos pênaltis por 4 x 2. Certamente, o herói enfranjado foi o experiente goleiro Nicolás Vikonis. Porque além de defender uma penalidade, converteu sua cobrança e levou sua equipe para as quartas de final da Liga MX 2020.

1° TEMPO

A princípio, parecia apenas mais um confronto da repescagem entre dois times de situações opostas na tabela. Enquanto os Rayados terminaram em 5° com 29 pontos, o Puebla classificou no apagar das luzes em 12° com 21 pontos. Sobretudo quando a bola rolou e o Monterrey abusou de perder gols.

Dessa forma, Funes Mori teve duas oportunidades para abrir o placar aos 14′, de cabeça, e aos 21′, finalizando na pequena área. Anteriormente, Janssen teve a chance mais clara após bola cruzada da direita e finalização bloqueada pela zaga. Por fim, em outra jogada de ataque perigosa, Janssen foi derrubado na grande área e o árbitro assinalou o pênalti contra La Franja. Aos 43′, o capitão e camisa 4 Nicolás Sánchez cobrou e abriu o placar.

2° TEMPO

Logo que a bola rolou para a segunda etapa, mais um pênalti. Depois que Rodriguez cobrou escanteio para a área, a zaga do Puebla se atrapalhou e Vidrio acabou tocando a mão na bola. Como resultado, Janssen cobrou de perna esquerda e marcou o segundo dos Rayados aos 5′. Em seguida, aos 15′, Martínez diminuiu para La Franja com gol de falta, que contou com desvio na barreira.

Aos 25′, Maxi Meza invadiu a área em velocidade e foi derrubado. De antemão, o árbitro marcou outro pênalti para o Monterrey, mas após consultar o árbitro de vídeo, voltou atrás e anulou. Posteriormente, Ormeño recebeu de costas para a zaga e foi puxado por Montes. O próprio camisa 14 do Puebla pegou a bola e contou com o azar do goleiro Hugo González para igualar o placar aos 44′.

PÊNALTIS

Conforme sorteio, o Puebla iniciou a ordem das cobranças. O primeiro a cobrar foi Salas, camisa 6. Contudo, Hugo González caiu no canto direito para fazer a defesa. Por outro lado, quem iniciou para o Monterrey foi Pabón. O camisa 8 marcou e colocou os Rayados em vantagem.

Em seguida, marcaram para o Puebla: Martínez, autor do gol de falta, o goleiro Vikonis, Ormeño e Corral. Nesse meio tempo, Sánchez desperdiçou uma cobrança e Vegas parou em Vikonis. Funes Mori ainda marcou em sua cobrança mas não adiantou. Ou seja, 4 x 2 para os visitantes e festa do torcedor enfranjado.

E AGORA – MONTERREY X PUEBLA

Com a melhor campanha entre todos os classificados para a repescagem, inegavelmente o Monterrey acaba sendo eliminado de forma precoce da competição.

Ao contrário do Puebla, que volta à Liguilla tendo se classificado em 12°, um fato que não acontece desde 2009, com o Juárez. Assim, o adversário das quartas será o León, que tem a melhor campanha geral. O confronto será em duas partidas, com a ida no estádio Cauhtemoc, em Puebla, e a volta no Nou Camp, em León.

MELHORES MOMENTOS – MONTERREY X PUEBLA

Foto destaque: Reprodução/Puebla

BetWarrior


Poliesportiva


Lincoln Oriaj
Lincoln Oriaj
Lincoln Oriaj nasceu em Salvador/BA e é estudante de jornalismo. Gosta de escrever sobre futebol alternativo, goleiros e mercado da bola. Além disso, escreve também sobre Fórmula 1, MotoGP e não perde a oportunidade de contar uma piada sem graça.

    Artigos Relacionados

    Topo