Em disputa de pênaltis com 20 cobranças, São Paulo bate Fortaleza e avança na Copa do Brasil

Na noite deste domingo (25), o Estádio do Morumbi foi palco de uma das maiores disputas de pênaltis da história da Copa do Brasil. Isso porque, após um confronto equilibrado e eletrizante, O Tricolor do Morumbi conseguiu vencer o Fortaleza pelo placar de 10 x 9 nos pênaltis, após terminar a etapa normal empatados pelo placar de 2 x 2. Com isso, o time paulista evita mais um vexame e avança na competição.

1º TEMPO

O São Paulo iniciou o duelo no campo de ataque, já que estudava a melhor forma de conseguir furar a boa defesa adversária. Porém, aos 10 minutos de jogo, Daniel Alves levantou a bola na área em cobrança de escanteio. A defesa afastou mal e após bate e rebate a bola sobrou para Brenner, que de costas para o gol dominou e de voleio abriu o placar, Após o gol tomado, o time de Rogério Ceni resolveu ir ao ataque, dessa forma, o Tricolor do Pici adiantou a sua marcação. No entanto, o time paulista permanecia trocando passes e levando perigo ao gol de Max.

Aos 29 minutos, Luciano recebe de Gabriel Sara na entrada da área, e mesmo desequilibrado chutou, porém a bola passou próximo ao gol visitante. Aos 31′, após cruzamento de David, Romarinho apareceu livre e de cabeça tentou marcar, no entanto sem perigos para Tiago Volpi. Após isso, as duas equipes passaram a ir menos ao ataque, sendo assim o primeiro tempo terminou 1 x 0 donos da casa. Em números, o São Paulo obteve 60% de posse de bola e chutou 7 vezes ao gol adversário.

https://twitter.com/SaoPauloFC/status/1320553882838249473?s=20

2º TEMPO

Já na etapa complementar, o Fortaleza que terminou perdendo, começou buscando o gol a todo custo. Sendo assim aos 12 minutos, o lateral direito Gabriel Dias recebeu a bola em profundidade, avançou e chutou em cima de Volpi que salvou o tricolor. Dois minutos depois foi a vez de Felipe  arriscar de fora da área, obrigando o goleiro são-paulino a ir buscar no ângulo esquerdo. A pressão nordestina permanecia e aos 20 minutos,  David recebeu na área, e chutou, Volpi defendeu e no rebote novamente o goleiro evitou o gol. Foi então que aos 26′, Gabriel Sara ganha de Osvaldo na lateral esquerda e cruza na área, a defesa afasta mal, mas Brenner de primeira marcou o segundo gol dele e do São Paulo. 

O Fortaleza não se entregou no jogo e buscou a reação, tanto que aos 35′, Diego Costa tocou errado nos pés de Yuri Cesar. Com isso, o camisa 57 tocou para David que avançou e de dentro da área tocou na saída de Volpi, diminuindo a vantagem São-Paulina. Após o gol, Rogério Ceni mexeu no time, deixando ele mais ofensivo em busca do empate. Sendo assim, após muitas tentativas de bola na aérea, aos 46 minutos Roger Carvalho completou cruzamento de Juninho e de cabeça empatou o jogo, levando para as penalidades.

https://twitter.com/FortalezaEC/status/1320538561616224257?s=20

PÊNALTIS

Foi então, que nos pênaltis, foram necessárias 10 batidas para conhecer o vencedor. Pelo lado do Fortaleza, Juninho, Wellington Paulista, Bruno Melo, Marlon, Max Walef, Yuri César, Paulão, Osvaldo, e Roger Carvalho converteram suas penalidades. Por outro lado, Reinaldo, Tchê Tchê, Daniel Alves, Pablo, Vitor Bueno, Tiago Volpi, Bruno Alves, Arboleda e Diego Costa Converteram para o São Paulo. Foi ai que Gabriel Dias cobrou e Tiago Volpi defendeu. Por fim, o lateral esquerdo Léo foi o responsável para bater e colocar o São Paulo nas quartas de finais da competição. 

https://twitter.com/SaoPauloFC/status/1320549497106255872?s=20

E AGORA?

Com o resultado, o São Paulo é o primeiro clube a garantir vaga nas quartas de finais da competição, aguarda agora, o complemento da fase para conhecer seu adversário. Por outro lado, o Fortaleza que vem fazendo um excelente ano, resta apenas a disputa do Campeonato Brasileiro.

MELHORES  MOMENTOS

Imagem Destaque: Marcos Ribolli/@geglobo

Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados