Jogos da MLS foram adiados em apoio aos protestos contra o racismo

Os jogadores da Major League Soccer estavam preparados para mais uma rodada da Liga nesta quarta-feira (26). Mas, dez times da MLS manifestaram apoio aos protestos do movimento Black  Lives Matter. Pois, neste final de semana Jacob Black  um homem negro foi morto por pela polícia nos EUA. Por consequência, uma nova onda de protestos se intensificaram no país Norte-americano.

O FUTEBOL COMO FORMA DE PROTESTO

Com a finalidade de aderir ao boicote iniciado pela NBA os atletas e os respectivos times da MLS decidiram não entrar em campo. Dessa forma, é importante destacar que o futebol tem apoiado diversas causas sociais nos últimos anos. Nos EUA por exemplo, aencerrou no dia 11 de agosto.

As partidas que foram adiadas estavam previstas para a noite desta quarta-feira (26) e quinta-feira (27). O duelo aconteceria entre Inter de Miami que receberia em casa o Atlanta United.  Logo depois, o Portland Timbers publicou um comunicado oficial em apoio a luta contra o racismo e a injustiça social. Outros times que se juntaram ao boicote foram: FC Dallas, Colorado Rapids, Real Salt Lake, LAFC, San Jose Earthquakes, Seattle Sounders.

Foto Destaque: Reprodução\ Jeffrey Swinger\USA Today Sports

Avatar
Ivana Moreira
Recém-formada em jornalismo, acredito que essa profissão é indispensável para a sociedade. Passei pela área de assessoria de comunicação e estou em busca de novas experiências dentro do jornalismo. Desde a infância o esporte sempre fez parte da minha vida principalmente o futebol sempre assistia aos jogos e torcia! Acredito também na representatividade das mulheres dentro desse espaço tão masculino, afinal mulher também entende de futebol!

Artigos Relacionados