Em Alvalade, Sporting vence Portimonense, de virada, e mantém briga pela Europa League

- Apesar das dificuldades iniciais, Mathieu, de falta, e Jadson, contra, deram a terceira vitória em cinco jogos para a Turma de Alvalade
Sporting .

Neste domingo (9), Sporting e Portimonense entraram em campo em jogo válido pela 20ª rodada da Liga NOS. Assim, no Estádio José Alvalade, apesar do controle de jogo com mais posse de bola, foram os Alvinegros que abriram o placar com Martínez. Em seguida, os Leões voltaram para o duelo e Mathieu acertou belo chute de falta para empatar. Já na etapa final, Jadson mandou contra as próprias redes e deu o triunfo para os Sportinguistas. Dessa forma, com o resultado, a equipe da casa volta para o terceiro lugar e segue viva na briga por uma vaga na Europa League.

1º TEMPO

Assim, o Sporting dominou o princípio da partida com mais posse de bola, mas a transição era lenta e a equipe pouco levou perigo. No entanto, aos 2′, após escanteio de Luciano Vietto, Rodrigo Battaglia cabeceou por cima do gol. Dessa forma, aos poucos, Portimonense foi entrando no jogo. Aos 20′, Pedro Sá viu espaço na defesa mandante e arriscou o chute da intermediária, a bola passou rasteira à esquerda de Gonda. Em seguida, em nova descida dos Marafados, Anzai tocou para Jackson Martínez que fuzilou da entrada da meia lua. A redonda ainda bateu na trave antes de entrar e inaugurar o placar em Alvalade.

Logo, Portimonense passou a ter as melhores investidas. Aos 27′, Jackson Martínez encontrou Aylton Boa Morte livre pela direita e fez o passe. Ele ajeitou o pé e mandou uma bomba, Maximiliano defendeu. No entanto, quando os Sportinguistas já começavam a dar gritos de protesto, Jeremy Mathieu acertou primorosa cobrança de falta e empatou. Na sequência, faltou poder de criação para ambas s equipes, embora o Sporting tenha passado a controlar a partida novamente. Todavia, os clubes foram para o vestiário com a igualdade no marcador.

2º TEMPO

Na volta do intervalo, Sporting voltou com ainda mais posse de bola e explorando descidas, no entanto quem levava mais perigo era o Portimonense. Assim, aos 8′, de falta, Luciano Vietto mandou rente ao travessão visitante. Em seguida, os Alvinegros desceram pela esquerda, Denei bateu forte, cruzado, e Maximiliano defendeu de mão trocado. Na sobra, Boa Morte deu passe na entrada da área para Bruno Costa chegar batendo e mandar à direita do goleiro.

Na sequência, aos 20′, após roubada de bola pelo meio, o recém-contratado Sporar deu passe para Luciano Vietto. O meia arrematou forte para grande defesa de Gonda. Após, nova investida do Sporting pelo flanco direito. Acuña levantou bola na área, Borges mandou de cabeça para a pequena área e Jadson acabou desviando para dentro do próprio gol. Com a desvantagem, Portimonense se lançou ao ataque. Assim, Dener finalizou de fora da área, mas Maximiliano espalmou para escanteio. Já na reta final, Gonzalo Plata e Wendel, na trave, quase ampliaram para os Leões, mas o placar ficou mesmo em 2 x 1.

E AGORA?

Assim, com o resultado, Sporting se reabilita na Liga NOS e reassume a 3ª posição com 35 pontos, aliado ao empate do Braga e a derrota do Famalicão. Enquanto que Portimonense segue vivendo o drama contra o rebaixamento na 17ª colocação com apenas 14 pontos. Dessa forma, na próxima rodada, os Marafados recebem Moreirense, no sábado (15), às 12h30 (horário de Brasília). Já os Leões, no mesmo dia, visitam Rio Ave, às 17h30 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Foto Destaque: Reprodução / Bola na Rede

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 631 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo