Elkeson, o Deus da China, completa 31 anos

- Nesta segunda-feira (13), o jogador brasileiro naturalizado chinês está de aniversário
Elkeson, o Deus da China, completa 31 anos (Reprodução/Leonardo (莱昂纳多) Hartung)

Nesta segunda-feira (13), o atacante brasileiro, naturalizado chinês, Elkeson, na China conhecido como Ai Kesen, que atua no Guangzhou Evergrande, da primeira divisão da China, completa mais um aniversário, chegando a 31 anos. Assim, a coluna Parabéns ao Craque desta semana conta sobre a trajetória do Deus da China, como é conhecido o atacante, seu destaque no futebol chinês e também sobre a sua recente naturalização.

COMEÇO NA BASE E IDA PARA O PROFISSIONAL

Elkeson de Oliveira Cardoso, mais conhecido como Elkeson, nasceu na pequena cidade de Coelho Neto, no estado do Maranhão, no dia 13 de julho do ano de 1989. Posteriormente, foi ainda criança para a Bahia. Assim, foi para as categorias de base do Vitória-BA. O jogador já se destacava e chamava a atenção pelo seu porte físico e a força no seu arremate. Logo depois, na edição de 2009, subiu para o profissional. Na equipe baiana atuou em 99 partidas e marcou 18 gols. Ganhou dois Campeonatos Baianos (2009 e 2010) e uma Copa do Nordeste (2010). Além disso, foi vice da Copa do Brasil de 2010, quando perdeu a final para o Santos.

PASSAGEM PELO BOTAFOGO E CONVOCAÇÃO PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA

No começo do ano de 2011, Elkeson foi comprado pela equipe carioca do Botafogo. Logo nos seus primeiros jogos voltou a chamar atenção de outro clubes. Neste período, foi convocado para a seleção brasileira, que era comandada pelo técnico Mano Menezes, onde ganhou o  Superclássico das Américas (2011). Nos dois anos que ficou no Fogão, participou de 92 jogos, balançou as redes adversárias 26 vezes e contribuiu com 17 assistências. Além disso, conquistou uma Taça Rio (2012).

TRANSFERÊNCIA PARA O SUCESSO NA CHINA

No final do ano de 2012, a equipe do Botafogo acertou a venda do centroavante para o Guangzhou Evergrande, da China, por uma quantia que gira em torno de seis milhões de euros, (aproximadamente R$ 16,5 milhões, na cotação da época). Logo na sua primeira temporada em território chinês, foi campeão da Superliga Chinesa e da Champions League Asiática, ambas em 2013. Além disso, foi o artilheiro da CSL com 24 gols e estava no time dos sonhos da competição e da AFC.

Em 2014, ganhou a Superliga Chinesa e foi novamente o artilheiro do Campeonato Chinês com 28 gols em apenas 30 partidas. Além disso, estava no time ideal da CSL e da AFC. Ademais, foi o jogador mais valioso da liga chinesa e o futebolista do ano. Logo depois, no ano seguinte, sagrou-se campeão da CSL e da AFC. Na Champions League Asiática estava na seleção ideal.

PASSAGEM PELO SHANGHAI SIPG

Logo no início de 2016, o Shanghai SIPG abriu os cofres e tirou Elkeson dos Tigres do Sul da China. A quantia gira em torno de 18,5 milhões de libras (cerca de R$ 83,2 milhões, na cotação da época). Na sua primeira edição, o centroavante maranhense fez 14 gols e foi o vice artilheiro do Campeonato Chinês. Posteriormente, em 2018, foi campeão da CSL, quebrando a hegemonia de títulos do seu antigo clube, Guangzhou Evergrande. Nas Águias Vermelhas foram 115 partidas e 51 gols anotados.

RETORNO AO EVERGRANDE E SUA NATURALIZAÇÃO

No começo de 2019, o Evergrande quis contar novamente com os seus serviços. Assim, os Tigres do Sul da China pagaram uma quantia que gira em torno de 6 milhões de libras. Neste mesmo ano, a equipe localizada na província de Cantão foi campeã pela oitava vez da CSL. Contando as duas passagens de Elkeson pelo Guangzhou, foram 128 partidas, com 86 gols marcados e 32 assistências. O Deus da China é o maior artilheiro da Superliga Chinesa.

Ainda no ano de 2019, Elkeson se naturalizou chinês. Seu novo nome é Ai Kesen. Assim, em agosto de 2019, foi convocado pela primeira vez para servir a Seleção Chinesa de Futebol. O jogador se tornou o segundo estrangeiro a jogar pela seleção. Seus números pela seleção são três gols em quatro partidas.

Foto destaque: Reprodução/Leonardo (莱昂纳多) Hartung

Lucas Vilela

Sobre Lucas Vilela

Lucas Vilela já escreveu 390 posts nesse site..

Lucas Vilela, 18 anos, cursando faculdade de jornalismo, gosto muito de esportes, quero estar falando, cobrindo vários deles, mas o meu maior sonho dentro do âmbito esportivo e cobrir o super bowl, desde pequeno tinha vontade de praticar, mas devido um problema na perna dificulta um pouco, porém estar falando todo o tempo dos esportes é sensacional.

BetWarrior


Lucas Vilela
Lucas Vilela
Lucas Vilela, 18 anos, cursando faculdade de jornalismo, gosto muito de esportes, quero estar falando, cobrindo vários deles, mas o meu maior sonho dentro do âmbito esportivo e cobrir o super bowl, desde pequeno tinha vontade de praticar, mas devido um problema na perna dificulta um pouco, porém estar falando todo o tempo dos esportes é sensacional.

    Artigos Relacionados

    Topo