Eduardo Barroca deixa o comando do Atlético-GO

Eduardo Barroca não é mais o técnico do Atlético-GO para a sequência do Campeonato Brasileiro. Nesta segunda-feira (27), um dia depois do empate sem gols com o Cuiabá, pela 22ª rodada, a direção comunicou oficialmente o seu desligamento em comum acordo.

A princípio, Barroca chegou ao Atlético em maio para a sua segunda passagem, já que havia dirigido o time em 2019, ano em que conquistou o acesso na Série B. Ao todo, foram 34 jogos, sendo dez vitórias, 16 empates e oito derrotas. Nesta temporada, foram 25 jogos, com sete vitórias, 11 empates e sete derrotas.

Primeiramente, o presidente Adson Batista usou suas redes sociais para confirmar a saída do técnico. Contudo, ele afirmou que foi uma de suas decisões ‘mais difíceis' e que o Dragão busca ‘uma nova filosofia'.

“Acompanhamos no clube um ótimo trabalho de campo com grande aceitação do elenco. Entretanto, entendemos que o melhor seria a saída para que possamos buscar nova filosofia no campeonato. Esta foi uma das decisões mais difíceis que tomei na minha carreira por se tratar de um grande profissional e ser humano. Agradecemos ao Eduardo Barroca pelos quatro meses de trabalho”, escreveu o dirigente.

Decerto, o Atlético-GO segue preparação sob comando de Eduardo Souza, auxiliar técnico da comissão permanente do clube. Assim, o time goiano aparece em 12º lugar com 27 pontos e visita o Fortaleza no sábado, às 17h (horário de Brasília), no Castelão, em Fortaleza (CE), pela 23ª rodada.

Leia mais:

Trajetória de Eduardo Barroca

Eduardo Barroca atuava no comando do Atlético-GO. Nascido no Rio de Janeiro, o ex-treinador iniciou a carreira no Flamengo em 2000, no comando do sub-13 do clube. Em 2003 foi para o Madureira, trabalhar como assistente.

Em resumo, Barroca também passou pelo Sendas em 2007 e em 2009, no PAEC como assistente. Contudo, em janeiro de 2011, passou pela base do Corinthians no sub-17. Assim, foi auxiliar e treinador interino no Bahia, trabalhando com Rogério Lourenço.

Decerto, em 14 de Abril de 2019, Eduardo Barroca foi anunciado treinador do Botafogo, no lugar de Zé Ricardo e em 6 de outubro foi contratado pelo Atlético-GO, levando o time de volta a Série A.

A volta para o Atlético-GO

Após passagens por outros times depois de sair do Atlético, em 2019, Eduardo Barroca chegou ao Dragão na reta final da Série B e, com 51% de aproveitamento em nove partidas – três vitórias, quatro empates e uma derrota, conquistou o acesso.

O ex-treinador chegou a estar próximo de um acerto com a Ponte Preta, mas houve uma demora por parte da diretoria em fechar o negócio. Assim, o Atlético-GO entrou na disputa e ficou com o profissional de 39 anos.
O Rubro-negro estava sem treinador havia quase duas semanas quando a diretoria surpreendeu ao anunciar a saída de Jorginho. Nas últimas partidas, o time vinha sendo comandado interinamente por Eduardo Souza, que volta a treinar o time após a saída de Barroca.

Foto destaque: Divulgação/ Atlético-GO

Carla Regina
Acredito que o jornalismo faça parte de mim, por ser uma pessoa bem comunicativa. Apaixonada e amante do futebol, sonho em crescer na área esportiva.