Edílson melhor que Neymar? Veja estatísticas e opine

- "Capetinha" afirma ter jogado mais que Neymar e ainda inclui Messi e CR7 na discussão
Neymar em treino do PSG (Foto: Reprodução/C.Gavelle/PSG)

Edílson, o “Capetinha”, levantou uma polêmica no estúdio da Band, semana passada, durante o programa “Os Donos da Bola” ao afirmar, em tom de brincadeira, ter sido melhor que Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo. Na quinta-feira (21), o ex-jogador Reinaldo saiu em defesa de Edílson, que acredita que uma Copa do Mundo faz toda diferença para determinar quem jogou mais bola.

Para Reinaldo, que formou dupla com Capetinha, no Flamengo, em 2001, “Tem que respeitar a opinião dele, foi um jogador completo (…) Não vejo demérito nenhum em ele ter falado isso. Pelo atacante que ele foi, temos que respeitar a opinião dele. Foi um dos melhores atacantes que joguei e que vi jogar mundialmente”, afirmou à Goal. Para clarear a mente do torcedor, o Futebol na Veia os números de Edílson, Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo por suas respectivas seleções.

Cristiano Ronaldo na seleção portuguesa

Eleito melhor jogador do mundo cinco vezes, o português foi colocado abaixo do potencial do apresentador da Band. Um dos principais motivos é o fato de CR7 não ter uma Copa do Mundo no currículo. Ainda assim, os números do gajo em sua seleção mostram um desempenho favorável. São 99 gols, e 38 assistências em 164 jogos. Além disso, o camisa 7 conquistou a Eurocopa, em 2016, e a UEFA Nations League, em 2019. Por fim, jogou quatro Copas do Mundo, fez sete gols e assistiu dois em 17 embates.

Messi e a Argentina

Eleito melhor do mundo seis vezes e principal concorrente de CR7 há, pelo menos, 12 anos, Messi também foi inferiorizado por Edílson. Pela seleção argentina, o camisa 10 atuou em 138 jogos, tendo marcado 70 gols e assistido outros 45. Em Copas do Mundo, foram 19 jogos, seis gols e oito assistências em quatro participações. Vale lembrar que ele nunca foi campão coma  seleção albiceleste principal.

Neymar e Edílson pela seleção brasileira

A discussão começou quando Capetinha afirmou que também gerava polêmica na mídia quando saía com alguma mulher, assim como Neymar. Logo depois, perguntado pelo apresentador Neto, o baiano disse que foi melhor que o ex-Santos, já que venceu uma Copa do Mundo. De fato, o comentarista possui a Copa de 2002 em seu currículo. Já o atacante do PSG, da França, jogou duas Copas do Mundo e se lesionou em uma delas.

Edílson era considerado um reserva “de luxo” do elenco pentacampeão. Ele serviu seleção entre 1993 e 2002, segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), atuou em 25 jogos e marcou seis gols. Além disso, também conquistou a Copa Umbro 1995, contra a Inglaterra. Contudo, tido como a maior promessa brasileira na década, Neymar possui bons números com a amarelinha. Apesar de não ter conquistado a Copa do Mundo, o camisa 10 conquistou a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa América, em 2019.

No total, o mogiano entrou em campo com a camisa do Brasil 101 vezes, marcou 61 gols e deu passe para outros 41. Apesar de os números mostrarem vantagem dos concorrentes colocados por Edílson, o ex-atacante afirma que, com a bola no pé, foi melhor. E você, torcedor, o que acha?

Fonte das estatísticas: Transfermarkt.

Foto destaque: Reprodução/C.Gavelle/PSG

 

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Jean Sfakianakis
Jean Sfakianakis é jornalista formado pela Fiam e pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Multimídia na Universidade Anhembi Morumbi. É colaborador sênior do blog Torcedores.com, Gandula FC e Futebol na Veia. Durante a jornada acadêmica, estagiou na Agência Lúcia Furlan e no Jornal Metrô News, atuando na versão web do veículo. Lá, cobriu o jonalismo hard news voltado ao sistema de leituras do Google e de assuntos que rendiam audiência, cobriu a Copa da Rússia e as eleições preidenciais de 2018. Em maio de 2019, começou a trabalhar na Agência Talentmix, empresa responsável pela imagem de grandes talentos do entretenimento, tais como Gretchen, Ronnie Von e Daniel Boaventura. Até maio de 2020 foi redator da U5 Marketing.

    Artigos Relacionados

    Topo