Domènec Torrent volta ao comando do Flamengo

O técnico esteve ausente nos últimos jogos do Flamengo. No entanto, estava ligado tanto aos jogadores e aos auxiliares. Assim, a vitória diante contra o Barcelona pela Libertadores, foi o jogo antes do surto de Covid-19. Logo após, o elenco teve um surto e o treinador estava no meio dos infectados. Deste modo, as estrelas do time não jogaram e tiveram que utilizar os meninos da base. Além disso, com partidas importantes pela frente, mas o clube não perdeu e teve uma evolução.

Contudo, a comissão ficou na beira do campo, mas Dome estava trabalhando e foi essencial nessa melhora do time. Assim, Jordi Guerrero e Jordi Gris ficaram a frente nesse embalo do elenco. No entanto, o plantel sofreu mudanças com a chegada dos jogadores da base, que caíram muito bem no clube. Assim, Hugo Souza, Natan, Ramon, Guilherme Bala foram alguns destaques nesse tempo e contaram com o apoio da torcida.

Além disso, empataram com o Palmeiras, triunfaram diante do Del Valle e estão na oitavas da Libertadores. Logo após, venceram Athletico e Sport, em casa. Com isso, o clube ocupa a vice-liderança do Brasileirão com 24 pontos. Ademais, seu próximo duelo é o clássico contra o Vasco, em São Januário. Assim, em caso de êxito pode empatar na ponta com o Atlético-MG. O treinador está mais ativo na beirada do campo e os atletas aderiram as ideias propostas.

DECLARAÇÃO DO DOMÈNEC

“Eu sempre estava em contato, eu tinha todas as informações, eu assistia os treinamentos como se estivesse no campo. Eu falava muito com o Guerre, com o Gris, como sempre acordamos se temos dúvidas. Cada dia falava 3, 4 horas com ele. Somos um time”.

“Na minha casa eu não assistia Netflix, eu assistia aos jogos do Flamengo. Quero agradecer ao Guerrero, ao Gris, porque também não foi fácil para eles”, completou.

Foto Destaque: Reprodução/ REUTERS/Rodolfo Buhrer

Nicollas Almeida
Escolhi o jornalismo porque queria contar histórias, participará dela também. Já estagiei na assessoria de imprensa de um órgão do governo do Rio de Janeiro. Fiz trabalhos voluntários no meio religioso e político, participei de um programa de debate na rádio na faculdade.

Artigos Relacionados