Diego Forlán se posicionou sobre a situação de Cristian Rodríguez, que estaria passando por problemas de relacionamento com a diretoria do Peñarol. Dessa forma, o técnico afirmou que El Cebola seguirá sendo o capitão de sua equipe: “Sempre será quando estiver jogando”.

A princípio, Rodríguez teria retornado aos treinos lesionado e ‘acima do peso', com cinco quilos a mais. Dessa forma, o jogador foi alvo de críticas dos torcedores nas redes sociais, principalmente pelos cartolas aurinegros. Entretanto, em relação as lesões não seria novidade, uma vez que o mesmo vem sofrendo lesões constantes nos últimos dois anos.

Mas o vice-presidente do clube, Rodolfo Catino assegurou que isso não foi tratado no conselho. Algum líder foi à imprensa para dizer isso, mas é uma mentira. Alguém o jogou com total má intenção. Não há como os líderes tomarem a decisão de quem deve ser ou não o capitão, e sim o treinador“.

Forlán defende Rodríguez

Diego Forlán respondeu a mídia dizendo que durante a pandemia Rodríguez se manteve em contato com os preparadores físicos e com ele. Mas que na volta aos treinamentos no dia 15 de junho El Cebolla sentiu um desconforto. Então, “seu treinamento não poderia mais ser o mesmo”.

“Não justifico, mas isso não fez chegar nas melhores condições. As notícias ‘explodiram', mas muitas vezes é dito mais do que é. É verdade que ele não alcançou seus objetivos, mas não foi porque ele não queria. A lesão foi determinante para ele, então, quando ele chegou no dia 15, porque não chegou como os outros”, disse Diego Forlán, em entrevista ao ‘A Fondo' (AM 1010).

O treinador ainda ressaltou que conhece bem o seu capitão, afinal, jogaram por muito tempo juntos na Seleção Uruguaia. Então teria conhecimento do que Cebolla quer para o clube. Por fim, concluiu dizendo que conta com o retorno de Rodríguez a tempo para jogar o clássico contra o Nacional.

Possivelmente o camisa 7 não irá disputar os quatro amistosos confirmado pelo Peñarol entre 18 e 28 de julho.

Foto destaque: Gerardo Pérez

Thiago Lopes
Thiago Lopes
Thiago Lopes, 20 anos. Estudante de jornalismo - 6º semestre.

Artigos Relacionados