Antes de mais nada, Diego Dabove é o novo treinador do San Lorenzo. Após o pedido de demissão de Mariano Soso, na semana passada, o Ciclone firmou contrato com o ex-técnico do Argentino Juniors. O anúncio foi feito via redes sociais do clube de Boedo na tarde desta terça-feira (19). A princípio, o acordo é válido por um ano.

https://twitter.com/SanLorenzo/status/1351649544321294337

SAÍDA DO ARGENTINOS JUNIORS

No último dia 12 de janeiro, o até então técnico do Argentinos Juniors renunciou ao cargo. Apesar de ter mais um ano de contrato, Diego Dabove decidiu que é hora de dar um salto na carreira. No entanto, a decisão pegou a todos de surpresa. Pois o técnico fez boa campanha ao longo da temporada, principalmente ao conquistar uma vaga para a Libertadores 2021.

Em suma, ele comandou o elenco do Bicho por 64 partidas. Ao todo, foram 27 vitórias, 22 empates e 15 derrotas. Dessa forma, conquistou um aproveitando de 53,65%. Em entrevista a um jornal local, o presidente do Bicho reconheceu o trabalho do treinador de 48 anos durante o período em que esteve no clube:

“Os Argentinos estão com Diego há dois anos num processo muito exitoso, maravilhoso e competitivo e é lógico que quando os grandes clubes procuram treinadores, soa o nome dele ”, disse o presidente Cristian Malaspina.

Logo após o anúncio de que não ficaria mais no comando do Tufão de Boyacá, o nome de Dabove foi especulado em pelo menos três grandes clubes argentinos. Principalmente, entre os rivais Racing e Independiente. Por outro lado, o San Lorenzo corria por fora na briga para concretizar a negociação.

https://twitter.com/AAAJoficial/status/1349356780955070466

CHEGADA AO SAN LORENZO

Como agora Diego Dabove é o novo treinador do San Lorenzo, ele tem a missão de melhorar o ambiente dentro do vestiário. Principalmente após o caso envolvendo os irmãos Romero. Sendo assim, pouco antes de chegar ao clube de Boedo, o técnico falou a respeito da situação. Pois o novo projeto da equipe passa também pela resolução de conflitos internos no elenco. Frutos de resultados ruins adquiridos nos últimos compromissos do time.

Logo, Dabove aproveitou o momento e mostrou cautela diante da situação. Por fim, ele disse que irá analisar o futuro dos dois jogadores Ángel e Óscar Romero, junto com o presidente do clube, Marcelo Tinelli, e a Secretaria Técnica do Ciclone.

Foto destaque: Divulgação/San Lorenzo

Carlos Soares
Carlos Soares
Além da enorme paixão pelo esporte, eu sempre tive facilidade com a comunicação no geral. É uma habilidade que me destaca em qualquer ambiente que esteja. O desejo de fazer jornalismo surgiu devido a vontade de fazer com que essa aptidão possa me proporcionar grandes desafios em minha carreira profissional, principalmente na área esportiva. Ao ingressar na faculdade e estagiar na área, descobri diversas abordagens diferentes que o jornalismo pode ter e a quantidade de histórias que estão esperando para serem contatadas. O que fez eu me interessar ainda mais pela profissão e querer desempenhar um fazer jornalístico objetivo e de qualidade.

Artigos Relacionados