O fim da temporada do futebol chinês agitou as especulações sobre os possíveis reforços dos clubes e saídas de jogadores. Com a proximidade a abertura da janela de transferências internacionais, as equipes já começaram a se movimentar e os rumos a surgir. A bola da vez é o hispano-brasileiro Diego Costa, do Atlético de Madrid.

Apenas com Alexandre Pato de destaque dentre os estrangeiros do elenco, o Tianjin Quanjian busca insanamente por reforços, principalmente no ataque, e, mesmo lesionado e com expectativa de retorno aos gramados em 2019, Diego recebeu proposta dos chineses. De acordo com o portal Tutto Mercato e a Rádio RMC, o empresário do jogador, o português Jorge Mendes, deve se reunir com os mandatários colchoneros nos próximos dias para formalizar a transferência.

Vale ressaltar que Diego Costa é um sonho antigo do Tianjin Quanjian. Em maio de 2017, os chineses procuraram o Chelsea, então clube do atacante, e ofereceram o maior salário do futebol mundial, algo em torno de 620 mil libras por semana (cerca de R$ 2,54 milhões) e pagariam 75 milhões de libras (cerca de R$ 307 milhões) aos Blues. Na ocasião, o time de Londres negou a transferência e posteriormente o vendeu ao time de Madri por 66 milhões de euros.

Entretanto, em entrevista coletiva, o treinador argentino do Atlético, Diego Simeone, descartou a possibilidade de transferência e reafirmou o desejo de contar com o atacante para o restante da temporada. Contudo, a equipe de Madri já se movimenta para uma possível saída e tem no uruguaio Edinson Cavani, do Paris Saint Germain e da Seleção Uruguaia, o substituto ideal para o atacante da Seleção Espanhola.

https://twitter.com/PlanetaBolaNews/status/1073163758569250817?s=19

Se confirmada a saída de Diego à China, a ida de Cavani aos colchoneros ganha força, pois a dupla de zaga do time de Madri é a titular da Seleção Uruguaia, Diego Godín e José Maria Giménez, o que seria um chamariz ainda maior para o Matador aceitar o desafio de jogar na França, além do fim dos boatos de rixa com Neymar.

Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://bit.ly/EricFilardi

Artigos Relacionados