Diego Costa pode sair do Atlético de Madrid

O atacante naturalizado espanhol, Diego Costa, 32 anos, pode estar de saída do Atlético de Madrid. Assim, o jogador alegou problemas pessoais, podendo aproveitar a janela de transferências de janeiro para mudar de clube. Desse modo, segundo o jornal “As” o atleta teria pedido a rescisão imediata por questões familiares, o veículo não conseguiu informar os motivos da decisão. Além disso, o vínculo vai até o fim da atual temporada, em junho.

No entanto, o clube espanhol tenta resolver a situação da melhor maneira, uma vez que o atacante é ídolo da equipe e tem boa relação com a diretoria. Ademais, o jogador recebeu diversas ofertas nos últimos meses e está vendo a melhor opção para seu futuro. Todavia, já teve seu nome falado no Flamengo algumas vezes. Contudo, ele realizou sete jogos na atual temporada, sendo titular em apenas dois deles, e marcou dois gols. Em 2019/20, ele disputou 30 partidas e marcou cinco gols.

CARREIRA DE DIEGO COSTA

O jogador tentou começar no estado de São Paulo jogando no Barcelona-SP, em 2004. Seguindo, foi indicado para o Braga, de Portugal, e já foi emprestado para o Penafiel. Assim, iniciou a saga de empréstimos. Desse modo, passou por Celta de Vigo, Albacete até chegar no Valladolid onde se destacou em 2010. Desta forma, os Colchoneros pegaram de volta para a equipe. Seguindo, ainda foi cedido para o Rayo Vallecano. Além disso, jogou no Chelsea em 2014 e em 2017 voltou para a equipe espanhola, seu time atual.

Pelo Atlético de Madrid ganhou a Supercopa da UEFA (3x), La Liga (1x), Copa do Rei (1x) e Liga Europa (1x). Além disso, conquistou a Premier League (2x) e a Copa da Liga Inglesa (1x). Seguindo, soma 474 jogos na carreira, com 181 gols marcados e 71 assistências. Contudo, tem um jeito agressivo em campo, levando uma boa quantia de cartões amarelos.

Foto Destaque: Reprodução/ Getty Images

Nicollas Almeida
Escolhi o jornalismo porque queria contar histórias, participará dela também. Já estagiei na assessoria de imprensa de um órgão do governo do Rio de Janeiro. Fiz trabalhos voluntários no meio religioso e político, participei de um programa de debate na rádio na faculdade.

Artigos Relacionados