Deveria ser regra!

Segundo relatório do Itaú BBA, que avalia receitas e despesas dos 12 maiores clubes de futebol do Brasil em 2015, Flamengo e Palmeiras são os clubes mais estáveis financeiramente do futebol brasileiro. A conquista destes clubes é louvável e deveria servir de exemplo para os demais times brasileiros, afinal, é deplorável o estado das finanças de nossos clubes.

No caso palmeirense, a pujança financeira se dá segundo três fatores. O primeiro é a figura do presidente Paulo Nobre, empresário que injetou milhões nos cofres do clube, a fim de cobrir o rombo deixado pelas gestões anteriores de Belluzo, Tirone e companhia. O segundo fator é a construção da belíssima arena – Allianz Parque – e as enormes arrecadações propiciadas por esta. Esta combinação entre a iniciativa do presidente e o apoio da torcida permitiu ao clube assumir o posto de time com a maior arrecadação do futebol brasileiro, com R$ 322 milhões em 2015. Por fim, a reestruturação de um time que tinha um histórico recente de jogadores medíocres vestindo a camisa do Verdão. Como consequência, o Palmeiras chegou à Libertadores e tem alegrado seu torcedor.

O Flamengo, por sua vez, teve uma iniciativa exemplar. Foi o primeiro clube a aprovar a Lei de Responsabilidade Fiscal, com o intuito de garantir gestões mais sadias e transparentes, além de balançar o orçamento do clube. O Rubro Negro, embora tenha sido pioneiro neste quesito, não fez mais que a obrigação. A receita é simples: gastar mais do que a arrecadação leva à crise financeira de qualquer instituição. E neste cenário, o Flamengo tinha um histórico de contratações badaladas – como Ronaldinho Gaúcho, Vágner Love, Adriano e Carlos Eduardo – que renderam ao clube um título brasileiro, diversos fracassos em competições como a Libertadores e atraso no pagamento de salários. Hoje, além de uma folha salarial reduzida, o Flamengo, juntamente com o Fluminense, lidera um movimento contra a federação estadual de futebol, órgão que arrecada cerca de 10% da renda de uma partida e acumula um lucro superior à maioria dos clubes cariocas. Semelhante ao Palmeiras, a torcida flamenguista tem enchido os estádios para empurrar seu time. O resultado é a segunda colocação no ranking de arrecadação: R$ 305 milhões em 2015.

A estabilidade financeira no Brasil é uma exceção. Nossos dirigentes insistem no modelo arcaico de pagamento de salários astronômicos a jogadores midiáticos, medianos, mas que se consideram craques do futebol.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo