Deu o óbvio

Roma e Real Madrid se enfrentaram pelo jogo de ida das oitavas de final da Champions League. A torcida da casa fazia uma linda festa nas arquibancadas. Mas dentro de campo deu o óbvio.

O primeiro tempo foi marcado por muita disposição, mas com poucas chances de gol. O primeiro lance de perigo aconteceu aos 16 minutos, quando Perotti tocou para El Shaarawy, que finalizou para fora. A Roma insistia em jogadas pela direita. A válvula de escape era o atacante Salah, muito veloz, mas bem fraco tecnicamente.

O primeiro lance de perigo do Real Madrid aconteceu aos 33 minutos da etapa inicial. Marcelo e Cristiano Ronaldo tabelaram pela esquerda, o camisa 7 tocou para o lateral que emendou um chute de primeira. O chute passou muito perto do gol de Szczesny. Seria um golaço.

Aos 44 minutos, El Shaarawy chegava com perigo e tinha tudo para abrir o placar, mas Varane, em uma cobertura fantástica feita para cobrir o espaço deixado por Carvajal, travou o chute do Faraó e manteve o zero no placar.

No início do segundo tempo, mais do mesmo: Salah acionado, disparando em velocidade, de cabeça baixa, não oferecendo perigo algum. Aos 9 minutos, em saída providencial do gol, Keylor Navas impediu que El Shaarawy abrisse o placar.

Já aos 11 minutos, Cristiano Ronaldo resolveu aparecer. Após receber passe de Marcelo, o português partiu pra cima de Florenzi, deu lindo corte no lateral da Roma e finalizou com maestria no ângulo do goleiro Szczesny. O gajo anotou o seu 142º gol fora de casa e o 12º na Champions League, isolando-se cada vez mais na artilharia da competição.

Aos 18 minutos da etapa complementar, o treinador Luciano Spaletti promoveu a entrada do atacante Dzeko. O bósnio entrou bem, soube segurar os zagueiros merengues e chegou a oferecer perigo em duas oportunidades. Deveria começar jogando.

Aos 27 minutos, após cruzamento de James Rodríguez, Cristiano Ronaldo cabeceou tirando do goleiro e por muito pouco não fez o segundo gol do Real Madrid.

Jesé entrou aos 36 minutos no lugar de James e, aos 40 minutos, partiu para cima da zaga da Roma, puxou para a direita, chutou cruzado e ampliou o marcador.

O jogo esfriou. A equipe da Roma sabia que já estava derrotada. Fora de casa, o Real Madrid abriu grande vantagem e, para o próximo jogo, pode até perder por um gol de diferença jogando em pleno Santiago Bernabéu.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo