Rossi

A princípio, um atacante que jogou pelo Bahia em 2021 e chegou a “renovar” está partindo rumo a Arábia Saudita. Assim, trata-se do atacante Rossi, que chegou a cumprir as metas contratuais e teve um princípio de renovação com o Tricolor de Aço.  Porém, o jogador e seu empresário procuraram um meio para desvincular o atleta do Tricolor. Segundo o jornalista Venê Casagrande, do jornal O dia, o Al-Faisaly da Arábia Saudita pretende contar com o atacante que renderia mais de dois milhões aos cofres do Bahêa.

Rossi na Arábia Saudita

Inclusive, o Búfalo já se encontra em solo árabe para acertar os últimos detalhes. Dessa forma, o contrato seria de um ano e meio. Rossi, então, terá o mesmo destino de Gilberto, os Emirados. Ainda assim, Giba já fez a sua estreia no Al-Wasl na última terça-feira (11). O próprio presidente do Bahia indagou que o jogador não queria estar aqui, que só joga no clube quem quer jogar. Pouco tempo depois de acertar a sua renovação automática, o mesmo disse que não pretendia ficar para 2022.

Juntamente com seu staff, tentaram até judicialmente rescindir o contrato. Entretanto, não foi preciso a intervenção. Contratado pelo clube em 2020, não demorou a se firmar na equipe baiana, marcando 13 gols em 95 jogos. Por fim, em 2021, foi uma das principais válvulas de escape da equipe que, infelizmente, teve o seu descenso à Segunda Divisão. Todavia, o torcedor tricolor pegava no pé por conta das expulsões desnecessárias. Inclusive, contra o Fluminense, por exemplo, na 37ª rodada da Série A, o time estava ganhando, por 2 x 0, e ele fez uma falta e foi expulso.

De fora da partida decisiva contra o Fortaleza no Castelão, sabia que era muito importante para aquele jogo. Caso o Tricolor baiano não conseguisse o triunfo, estaria rebaixado à Série B. E assim se fez, com o marcador adverso em 2 x 1, a equipe de Guto Ferreira e companhia viu a sua quarta queda na história. Rossicley Pereira da Silva é natural de Prainha, no Pará e atuou na base de grandes clubes como Flamengo, Palmeiras e Ponte Preta. Antes de chegar à Salvador, estava no Vasco.

Foto: Destaque: Felipe Oliveira/EC Bahia

Caio Santos

Deixe um comentário