Dérbi do Minho: a rivalidade milenar

- Braga e Vitória fazem um dos maiores clássicos de Portugal
Vitória x Braga fazem o Derby do Minho

Olá gajos em quarentena no Brasil! Mesmo diante da pandemia, dei uma pausa nos meus treinos com o Robozinho para contar a história de um clássico da minha querida Terrinha. Anteriormente já havia contado pra vocês sobre outra rivalidade entre Porto x Benfica e hoje é dia de falar do Dérbi do Minho. Espero que gostem. SIIIIIIII

LEIA MAIS

SC Braga – O Gigante sem Primeira Liga

EURO 2016 – O Caminho para a Glória em Paris

TOP 10 Transferências de Clubes da Liga Portuguesa  

A HISTÓRIA DO CLÁSSICO

Começo aqui a contar a disputa entre dois dos maiores times de Portugal, Braga e Vitória. Uma rivalidade que transcende o futebol e inclusive é motivo de brigas dentro e fora dos estádios, onde os ultras se encontram e partem para hostilidade. Assim, o clássico comumente dito, o Dérbi do Minho, envolve as equipes de maior representatividade da belíssima região, claro, do Minho, um dos pontos turísticos mais visitados do país lusitano.

Toda a rixa entre as cidades começou há quase mil anos, no qual, Braga era a Cidade-Estado religiosa. Ao passo que, Guimarães era conhecida por ser a cidade berço, uma vez que foi lá a última batalha entre portugueses e mouros, o que resultou na independência de Portugal em relação ao domínio mouro/espanhol do período. Outros nomes representariam muito bem o clássico, como: Religião x Nacionalismo. Cidades dos Arcebispos x Cidade Berço. É válido ressaltar que tudo isso está representado no escudo das agremiações.

Escudo Braga

Foi escolhido para o time religioso, Nossa Senhora carregando o Menino Jesus

Escudo Vitória

Já para a equipe nacionalista está o conquistador Dom Afonso Henriques

Diante toda essa história, era praticamente impossível não haver um conflito no meio do futebol, não é mesmo? Pois agora, voltemos a falar do esporte. O Braga surgiu em 1921 por um grupo de estudantes que tinham o desejo de fundar uma instituição esportiva que tivesse ligação direta à cidade. Dessa maneira, o escudo tem a tradição religiosa e o uniforme vermelho e branco foi inspirado no Arsenal, o famoso time inglês.

Do outro lado, o Vitória de Guimarães surgiu um ano depois, em 1922, sendo a junção de diversos times pequenos da própria cidade. Seu emblema, como já foi dito acima é relacionado as batalhas, enquanto seu uniforme preto e branco representa a inclusão de todos, sem olhar etnia ou condições sociais.

Infelizmente, cenas de brigas entre as torcidas estão manchando a rivalidade. Em 2013, os ultras brigaram em um clássico envolvendo as equipes B's.

HISTÓRICO DO CLÁSSICO

Curiosamente, as equipes se enfrentaram pela primeira vez no Campeonato Português apenas em 1947,  26 e 27 anos depois de suas respectivas fundações. Nesse âmbito, já se enfrentaram 143 vezes, de acordo com o site oGol. É um confronto muito parelho e o Vitória leva ligeira vantagem com 58 triunfos contra 55 dos Arsenalistas. Além disso, o duelo ficou sem vencedor em 30 oportunidades.

CURIOSIDADES

A rivalidade é tamanha que chegam a disputar quem tem o maior número de sócio torcedor. Os vimaranenses por muito tempo detinha maior quantidade de sócios, no entanto, com a crescente e os títulos, o Braga ultrapassou seu rival. Outro ponto, é a disputa entre os mesmos para ver quem é o melhor dos demais, ou seja, quem é melhor depois dos três gigantes: Benfica, Porto e Sporting. Outrossim, brigam para ter a melhor média de público no campeonato, os Alvinegros ainda estão na frente, perdendo somente para a famosa trinca dos grandes.

Aliás, se engana quem acha que a tensão só está presente no futebol. As partidas no basquete também são eletrizantes, principalmente nas categorias de base.

Por fim, termino aqui mais uma história boa que só o futebol pode proporcionar. Mesmo sendo um adepto dos Leões, tenho que admitir que essa rivalidade é uma narrativa muito boa, assim como eu. Espero que gostem e semana que vem eu volto após minha série de abdominais.

FOTO DESTAQUE: REPRODUÇÃO/ GETTY IMAGES

FOTOS NO TEXTO: PINTEREST

BetWarrior


Poliesportiva


Ian Felipe
Ian Felipe
Sou Ian Felipe, estudante de jornalismo de 20 anos. Amante dos esportes e apaixonado pelo futebol.

    Artigos Relacionados

    Topo