A Superliga Chinesa já teve 16 temporadas completas desde sua criação no ano de 2004 e já se passaram mais de 3000 jogos. Diversos times fizeram parte da liga ao longo de todos esses anos. Alguns participaram de todas as temporadas, mas outros só tiveram a chance de estar uma vez e, ainda mais, muitos nunca sequer conseguiram fazer parte da elite. O crescimento da CSL faz despertar várias curiosidades a respeito do passado e surgem perguntas muito interessantes. A coluna Escalando a Muralha traz algumas curiosidades do Chinesão.

Os donos da elite

Apenas quatro times têm a honra e o orgulho de dizerem que participaram de todas as temporadas da Superliga. São eles: Shandong Luneng, Beijing Guoan, Shanghai Shenhua e Tianjin Teda. Juntos, os quatro já participaram de 1856 jogos do Chinês. O que significa, portanto, que eles fizeram parte de praticamente metade do total de partidas disputadas na história da Superliga. O curioso é que nenhuma dessas equipes é a maior vencedora do torneio e somadas ainda ficam quatro canecos atrás do grande campeão.

O Shandong venceu a Superliga três vezes, além de ter dois vice-campeonatos; o Beijing é dono de apenas uma taça e três vices; o Shenhua nunca venceu o campeonato, mas acumula três vices; já o Teda também nunca se sagrou campeão e possui apenas um vice. Os intocáveis já passaram dos 500 gols cada, sendo o Shandong o time com mais gols marcados: 809. E também é o time com mais saldo de gol, ficando com 276 positivo. O time com pior saldo entre os quatro é o Tianjin Teda, com apenas oito gols positivos, já que marcou 608 e levou 600.

O maior pontuador

Em 16 campeonatos, houve sete vencedores diferentes, dois dos citados acima, Shandong Luneng e Beijing Gouan, além de Guangzhou Evergrande (maior campeão com oito troféus), o Changchun Yatai, o Dalian Shide (hoje Dalian Pro), o Shenzhen, recém-rebaixado, e o Shanghai SIPG. O Guangzhou pode ser o maior campeão e com uma média de conquista muito alta, já que venceu sete campeonatos de forma consecutiva dos 11 campeonatos que disputou e é o atual detentor do caneco, mas o maior pontuador da história da Superliga é um dos clubes que nunca deixou de participar da primeira divisão e também é o segundo maior vencedor: o Shandong Luneng.

O time de Jinan acumula 231 vitórias, 124 empates e 109 derrotas, totalizando 817 pontos em 464 jogos. Quinto colocado na temporada passada, o time não conquista a Superliga desde 2010, sendo o último time a vencer antes do Guangzhou engatar sua sequência do hepta. Na liga desse ano, a esperança é de chegar mais forte na reta final e tentar beliscar a taça, tendo que desbancar o atual campeão e seus oito troféus.

Chuva de gols

No decorrer dos mais de 3500 jogos disputados desde a fundação da Superliga, a bola cruzou a linha do gol 9217 vezes. Isso da uma média de 2,6 gols por jogo, confirmando, assim, a fama do campeonato de ser bastante expressivo em relação ao número de tentos a cada temporada. Os times que mais balançaram o barbante foram: Shandong Luneng com 809 gols, Beijing Guoan com 712, Guangzhou Evergrande com 703, Shanghai Shenhua com 648 e Tianjin Teda com 607. O mais vazado da história é o Guangzhou R&F com sonoros 653 gols sofridos.

No campeonato passado tivemos 741 gols, uma média superior a três gols por jogo. Foi uma temporada inspirada dos atacantes e meias, com Eran Zahavi sendo o goleador máximo com 29 gol, batendo, dessa forma, o recorde de todas as temporadas. Outros que também se destacaram foram: Paulinho, Elkeson, Alex Teixeira, Graziano Pellè e Anderson Talisca, todos com mais de 10 gols cada.

Foto destaque: Reprodução/Sports Sina

Avatar
Leonardo Abrahão
Leonardo Abrahão, 20 anos, paulistano e estudante de jornalismo na Universidade Nove de Julho. Redator do Futebol na Veia desde 2019, cobrindo futebol italiano, asiático e brasileiro.

Artigos Relacionados