Delfín-EQU x Caracas-VEN – Uma vitória para confirmar a boa fase

No Estádio Jocay, em Manta, no Equador, o Delfín tentará dar mais um passo na Libertadores, agora contra o Caracas, da Venezuela. O jogo acontece às 19h15 (horário de Brasília), com as duas equipes motivadas pelo bom início de 2019, principalmente os donos da casa, que conseguiram passar com tranquilidade na primeira missão continental.

Delfín SC

Neste ano, os donos do Jocay jogaram apenas pela Libertadores e só estreiam pelo campeonato nacional, no próximo domingo, diante do Fuerza Amarilla. As vitórias sobre o Nacional do Paraguai, servem de motivação ao elenco do técnico Fabian BustosRoberto Ordonez e Carlos Garcés, comandaram o time rumo a próxima fase, e está neles toda a confiança depositada para mais uma missão. O comandante equatoriano falou sobre o que esperar do Caracas.

“Esta é uma boa equipe, indo primeiro para o torneio da Venezuela, ele ganhou ambos os jogos que jogou e não têm rotulado dele metas têm bons jogadores no meio-campo e apontou. Ele tem mais experiência internacional do que nós, mas nós vemos isso como um time equilibrado, similar em estilo ao nosso”, explicou Bustos.

Provável escalação: Pedro Ortiz; Pedro Pablo Perlaza, Williams Riveros, Luis Cangá e Giovanny Nazareno; Edison Caicedo, David Noboa, Juan Diego Rojas e Sergio Daniel López; Roberto Ordóñez e Carlos Garcés. Técnico: Fabián Bustos.

Caracas

No lado venezuelano, o ano também está as mil maravilhas, já que também venceu seus jogos iniciais, pelo campeonato local. O time é comandado por Noel Sanvicente, que é da Venezuela, um treinador que gosta do jogo veloz, principalmente nas transições defesa/ataque. O destaque aqui vai para o trio de ataque formado por Daniel Saggiomo, Carlos Espinoza e Jesús Arrieta, que já começam a mostrar serviço desde os primeiros confrontos oficiais. O treinador visitante também falou sobre o que espera do Delfín.

“Sabemos que o adversário vem de 180 minutos, sendo superior aos paraguaios, queremos um bom resultado aqui. Eles jogam juntos há muitos anos, eles se conhecem, pressionam muito, atacam rápido, sabemos que eles são fortes aqui”, relatou o Sanvicente.

Provável escalação: Alain Baroja; Eduardo Fereira, Juan Muriel, Rosmel Villanueva e Leonardo Añor; Leonardo Flores, Roberto Martins e Robert Hernandez; Daniel Saggiomo, Carlos Espinoza e Jesús Arrieta. Técnico: Noel Sanvicente. 

Retrospecto

Essa será a primeira vez que os clubes se enfrentam, em qualquer competição. O Caracas estreia na edição de 2019, já o Delfín, jogou a primeira fase eliminatória, batendo o Nacional do Paraguai nos dois jogos: 3 x 0 no jogo de ida, no Equador e 2 x 1 na volta, em Assunção.

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva e sou de Altamira no Pará. Tenho pós-graduação na área de Letras, mas a paixão mesmo é o futebol e o jornalismo, tenho como ídolos ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning e Vitor Sérgio Rodrigues. Sou deficiente físico, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, Enfim! Sonho em fazer um passo a cada dia, um melhor do que o outro.

Artigos Relacionados