A derrota de 3 x 2 sofrida pelo Bahia diante do Defensa y Justicia mostrou uma fragilidade já conhecida da equipe, a defesa. Desse modo, não somente os gols mas também todo o contexto que envolve foram citado pelo técnico Mano Menezes, em entrevista após o jogo.

Dessa forma, o comandante da equipe se mostrou incomodado com a facilidade dos adversários em invadir o sistema defensivo.

Uma situação que me incomoda muito, porque a gente toma gol com facilidade. O time não pode tomar gol essa facilidade. Não acho que seja só um problema da defesa. Seria simplista olhar e dizer que os dois centrais tomaram gol, os dois laterais tomaram gol. A equipe perde a bola na frente quando não pode. A equipe, na transição ou construção ofensiva, perde a bola em um setor que está mais aberto porque abriu para construir a jogada. E as bolas bobas custam caro com um adversário de nível bom do outro lado. Nosso sistema defensivo precisa melhorar. A gente tem que se manter organizado para construir o jogo”.

Defesa desarrumada

Entretanto, o último gol dos argentinos chamou ainda mais atenção. O time puxou um contra-ataque e encontrou a defesa completamente desarrumada. Logo, o técnico também falou sobre o lance.

“A primeira questão, bem objetiva, é que a equipe que se desorganiza para construir, quando perde a bola, está desorganizada para se defender. O Bahia comete esse equívoco ainda, como equipe. Não está maduro o suficiente para construir dentro do campo, e aí desorganiza, se abre, erra, porque todo mundo erra. E o erro custa caro quando você está desorganizado como equipe dentro de campo”.

Por fim, vale ressaltar que a defesa do Bahia tem encontrado dificuldades durante a temporada. Sendo assim, o time, que não tomou gol nos três jogos anteriores da Sul-Americana, na partida diante do Defensa y Justicia levou três gols.

Foto destaque: Divulgação/Felipe Oliveira

Avatar
Gilvan Rodrigues
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.

Artigos Relacionados