Defensor Sporting x Bolívar – “Um sonho possível” x “À espera de um milagre”

Defensor Sporting e Bolívar se enfrentam nesta quarta-feira (30) pelo jogo de volta da fase eliminatória da Copa Libertadores da América. O Estádio Luis Franzini, em Montevidéu, é o palco do confronto decisivo para que uma das equipes siga em frente na competição, e o cenário é favorável para os mandantes.

Por 4 x 2, os uruguaios levaram a melhor e estão mais próximos da classificação. Para que a decisão mude de direção, os bolivianos têm que ganhar por pelo menos três gols de diferença ou empatar na soma dos placares, no caso repetir o anterior por exemplo, e deixar nas mãos das penalidades máximas. Quem sair vitorioso duela com o Barcelona de Guayaquil na segunda fase eliminatória, que antecede a de grupos da Libertadores.

DEFENSOR SPORTING

O triunfo na primeira partida faz a equipe de Jorge Da Silva entrar em campo confiante para repetir o feito e ainda na própria casa. Por isso, o técnico não muda seu plantel contra o Bolívar. Um susto com um de seus jogadores, Maximiliano Perg, quase põe em risco repetir o mesmo trabalho tático de quarta-feira passada, após uma colisão com Facundo Milan causando dor no tornozelo, mas logo liberado pelo DM.

https://twitter.com/DefensorSp/status/1090268868294012930

Provável Escalação: Gaston Rodriguez; Emanuel Beltrán, Maximiliano Perg e Nicolás Correa; Alejandro Villoldo, Alvaro Gonzalez, Martin Rabuñal, Ramiro Cristobal e Joaquín Piquerez; Pablo Lopez e Alvaro Navarro. Técnico: Jorge Da Silva.

BOLÍVAR

César Vigevani viajou ao Uruguai com 15 jogadores para enfrentar o Defensor Sporting nesta quarta-feira. Para o técnico, nada que se trata de futebol está garantido e, apesar da derrota, sua equipe está preparada para recuperar o resultado de quarta-feira passada: “Temos que ser mentalizados que ainda há 90 minutos para lutar contra isso, você pode. No futebol nada é dito.” E ainda fez um apelo à torcida para que confiem e sejam otimistas. Desta forma, não ficarão desapontados.

Em campo, o capitão Arce está convicto de conseguir o bom resultado que procuram. Bejarano, por sua vez, enfatizou o otimismo da equipe para seguir em frente na competição de que pode ser classificado: “Estamos convencidos disso, senão não viajaríamos”. Temos que deixar tudo no campo para seguir em frente.”

Provável Escalação: Viscarra; Diego Bejarano, Mauricio Prieto, Luis Gutiérrez e Jose Orellana; Leonel Justiniano, Hernán Rodríguez, Erwin Saavedra e Juan Carlos Arce; Pereyra Díaz e Thomaz Santos. Técnico: César Vigevani.

RETROSPECTO

Contando o jogo de ida entre as equipes na semana passada, este será o quarto encontro em campo.

Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero. Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados