De olho neles

O Santos monitora a situação de Michel Bastos e Kardec, jogadores do São Paulo. No papel, os dois atletas deveriam ser titulares do Tricolor. Mas na teoria, Bauza não tem dado muitas oportunidades para os atletas.

No jogo mais importante da temporada para o São Paulo – contra o River Plate pela Libertadores – o treinador argentino deixou os jogadores no banco. Além da insatisfação dos atletas, o Tricolor terá de conviver com o assédio em cima de dois dos principais nomes do elenco são paulino.

Para o Alvinegro da Vila Belmiro, a vinda dos jogadores cairia muito bem. No meio do ano serão grandes as chances do Santos perder Lucas Lima e Gabriel. É verdade que o clube da baixada não possui grande parcela dos direitos federativos do camisa 20 da equipe, mas a multa de Gabriel é de 50 milhões de euros. Se as propostas não forem vantajosas para ambos os lados, os jogadores têm que ficar na Vila.

Mas em caso de transferência, o Santos deve utilizar a arrecadação para ir atrás dos jogadores do rival São Paulo. O presidente santista, Modesto Roma, inclusive, já consultou o mandatário do Morumbi, Leco, sobre a possibilidade de contar com os jogadores.

A cúpula santista sabe que será difícil contar com os atletas. Dorival Júnior, após vitória do Santos contra o Água Santa, no Pacaembu, manifestou o interesse em contar com os jogadores.

– Já trabalhei com o Kardec, o Bastos conheço há muito tempo. São jogadores que fazem parte dos planos de muitas equipes, assim como no Santos. É difícil falar, prefiro trabalhar com os que aqui estão. Estamos atentos ao mercado. Se acontecer uma negociação, será para compensar saída. De modo geral, o elenco é bom e tem espaço para crescimento – disse o treinador santista.

A negociação é difícil, principalmente por se tratar da ida de jogadores para um time rival. Mas se Bauza, inexplicavelmente, optar por manter os fracos Centurión e Calleri na equipe titular, os jogadores podem vir a forçar uma saída.

As portas da Vila Belmiro estão abertas para os dois jogadores.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo