De férias, Cuello diz que pretende seguir no RB Bragantino

Com o fim da temporada, o elenco do Bragantino entrou de férias. Entretanto, o mercado da bola continua bem movimentado. Em suma, o Massa Bruta já comprou dois jogadores, o volante Eric Ramires e o ponta Helinho, ambos que vieram de empréstimo, mas agora ficam em definitivo.

Porém, outro jogador que veio emprestado é o atacante Cuello. O argentino pertence a equipe do Atlético Tucumán, da Argentina, mas já deixou claro que quer continuar atuando pelo time de Bragança Paulista.

Primeiro gol de Cuello pelo Bragantino

Em resumo, o atacante concedeu entrevista ao site argentino Telefe Tucumán e, ao ser perguntado sobre seu futuro, o atleta disse que aguarda a negociação dos clubes, mas que quer continuar no Massa Bruta.

“Estou esperando que seja o melhor entre as duas instituições. Sempre há boatos sobre quando você tem um bom semestre, mas minha cabeça está descansando. Hoje, a prioridade será o Red Bull.”

Por fim, quando questionado sobre o que vem fazendo nas férias, o camisa 28 do Braga disse que continua treinando para manter a forma física. Além disso, o atleta diz estar contente em Tucumán depois de mais de um ano longe.

“Estou feliz por estar em Tucumán depois de um ano e meio. Não posso deixar de lado a parte física, por isso continuo treinando.”

Estatísticas de Cuello em 2021

No geral, o atacante do Braga entrou em campo 57 vezes, sendo 13 pela Sul-Americana, 30 pelo Campeonato Brasileiro Série A, três pela Copa do Brasil e 11 no Paulista. Ao todo, Cuello fez sete gols e deu três assistências.

Entretanto, mesmo com números baixos, o argentino foi um dos destaques da equipe, assumindo a titularidade do time de Barbieri, sendo muito importante em diversos momentos, principalmente na Sul-Americana. Por conta disso, o Massa Bruta negocia com o Tucumán a permanência do atleta.

Foto destaque: Divulgação/ Ari Ferreira/ Red Bull Bragantino

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.