O Bahia tem duelo decisivo neste sábado (17), contra o CRB, valendo vaga na semifinal da Copa do Nordeste. Dessa forma, o técnico Dado Cavalcanti deve manter a mesma equipe titular do último confronto, quando o Tricolor venceu o ABC por 2 x 1.

“O time tem dado resposta significativa em relação a ideia de jogo. Não existe dúvida, independentemente dos resultados. Além disso, acredito que evoluímos no equilíbrio. A repetição da escalação tem trazido benefícios. Minha ideia é de repetir a escalação por vários jogos e ir fazendo as correções durante os jogos e entre um jogo e outro, fazendo as observações, internamente“.

Calendário apertado do Bahia

Posteriormente, o treinador falou do calendário apertado. Assim, Dado afirmou ser algo inevitável, e que aos pouco vai conseguindo driblar as dificuldades que vem aparecendo.

“É um cobertor curto. Não dá para contemplar tudo. A evolução técnica individual, é um aspecto que o treinador busca; e a correção tática coletiva, é outro. Alguma dessas variáveis vai ficar pelo caminho, mas faz parte. Todavia, é o calendário que vivemos e é preciso ter habilidade para lidar com isso”. 

Em contrapartida, ao ser questionado sobre Juninho Capixaba, o técnico tratou de exaltar as qualidades do atleta, que tem entrado no decorrer das partidas.

“O Capixaba sempre teve… Dentro do contexto, a qualidade técnica dele é indiscutível. Logo, é um dos jogadores que, sim, tem uma boa possibilidade de jogar. Vem atuando em todas as partidas, com exceção da última partida. Ele vem entrando em jogos e contribuindo com o melhor que ele pode”.

Foto Destaque: Divulgação/Bahia

Gilvan Rodrigues
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.