Muller, Nierdelechner e RB Leipzig comandam a seleção de curiosidades da Bundesliga

A Bundesliga vai muito além do Bayern! Apesar de octacampeão, a campanha do time não foi nada fácil e outros concorrentes também fizeram grandes campanhas na temporada. Também há de se destacar decepções de Schalke 04 e Werder Bremen pelo meio do caminho. Por isso, o Futebol na Veia traz a você algumas curiosidades, números, estatísticas (inúteis ou não) e informação desse torneio que está cada vez mais consolidado entre os melhores do mundo.

Dinheiro rolando a solta

Apesar de ser uma liga conhecida pela austeridade financeira, os clubes gastaram bem nessa temporada e o balanço de transferências ficou negativo. Foram gastos mais 925 milhões de euros em reforços, enquanto em vendas foram somente 656 milhões de euros, segundo o Transfermakt. Destaque para o Hertha Berlim, que tem um novo acionista cheio da grana gastou 110 milhões, sendo 78 apenas na janela de janeiro, com Matheus Cunha, Piatek, Tousart e Ascacibar. Se tornando o clube que mais gastou com reforços naquele mês em todo o mundo.

Apenas Borussia Dortmund e Bayern de Munique gastaram mais, 145 e 143, respectivamente. Jovic de Frankfurt para o Real Madrid foi a maior venda (60 mi) e Hernandez de Madrid para a Baviera, a maior compra (80 mi de euros). Sem contar o peso das contratações de Nkunku, Haaland e Thuram.

Muitos gols

Ninguém bateu o recorde de Gerd Muller na artilharia com 40 gols e nem o Bayern de 72-73 que fez 101 tentos na mesma temporada. No entanto, em meio a 982 gols marcados, 100 foram dos bávaros, o segundo melhor ataque da história. Além disso, Timo Werner e Robert Lewandowski foram os primeiros a marcar de 20 gols em um primeiro turno de Bundesliga. O Augsburg marcou apenas 45, mas cinco deles foram antes do primeiro minuto. No top 10 tentos mais rápidos da temporada, o clube tem metade e Nierdelechner é o artilheiro balançando as redes três vezes.

Os Aurinegros nunca fizeram tantos gols em uma temporada: 84. A equipe, junta com o brasileiro Matheus Cunha são figuras presentes nos gols mais bonitos de qualquer rodada. Bayer Leverkusen, o campeão e o próprio Augsburg também foram figuras carimbadas. No entanto, não teve gol mais emblemático que o de Wirtz, o jovem dos Leões marcou com apenas 17 anos e 34 dias e se tornou o mais da Bundesliga a balançar as redes. O feito era de Nurin Sahin, com 17 anos e 82 dias.

Recordes e mais recordes

Thomas Muller tocou para Coman marcar e chegou a 21 assistências, o maior garçom da história da competição. Hasebe chegou a 312 jogos e é o asiático com mais partidas na história do torneio. Hoje no Eintracht Frankfurt, o zagueiro já passou por Hamburgo e Werder Bremen. O antigo recorde era de Okudera. Além disso, tem os recordes próprios. Augsburg e Mainz chegam a 10ª e 11ª temporada, respectivamente, na primeira divisão pela primeira vez. O Schalke ficou 16 jogos sem vencer e não caiu, algo nunca visto na história do clube, possivelmente até da liga. E André Silva é o primeiro português a chegar a 12 tentos em um temporada na liga.

Estatísticas e curiosidades

No geral, os líderes das estatísticas são esses. Artilheiro: Lewandowski, 34 gols. Assistências: Thomas Muller, 21. Finalizações: Lewandowski, 140.  Chutes no travessão: Havertz e Gnabry, quatro. Melhor passador: Sven Bender, 95% dos passes certos. Mais defesas: Sommer, 126. Mais indisciplinado: Gjasula, 17 amarelos (recorde em uma edição) e um vermelho.

Equipe que mais empatou: RB Leipzig. Mais gols, mais pênaltis marcados e mais chutes: Bayern, 100, seis e 620. Líder em faltas cometidas: Union Berlin, 507. Mais cartões amarelos: Paderborn, 80. Time que mais cruzou certo: Eintracht Frankfurt, 531. Além disso, Leverkusen, Bayern e Dortmund se dividem entre os que mais acertaram passes: 88%.

Foto Destaque: Reprodução/Guilherme Ribeiro/Arte.

Fotos: Site Oficial Augsburg e Reprodução/Lance.

Guilherme Ribeiro
Sou Guilherme Ribeiro, 20, paulista da região do ABC. Ler e escrever é um hobby, para o esporte que é a minha paixão.

Artigos Relacionados