Mercado da bola: Cuello entra na mira do Furacão

Antes de mais nada, o mercado da bola anda bastante agitado. Nesta sexta-feira (7), o Diário Olé, da Argentina, informou que Athletico-PR entrou na briga pelo atacante Tomás Cuello, que atuou pelo RB Bragantino por empréstimo na última temporada e foi um dos destaques da equipe de Bragança. Até o momento, nenhuma oferta oficial foi feita.

Segundo o Diário, o Braga não deve comprar o jogador em definitivo, que já voltou ao Atlético Tucuman, da Argentina. Segundo a matéria, o Athletico-PR não é o único que está de olho no jogador. Além dele, outras duas equipes brasileiras tem interesse em contar com o jogador para 2022.

Na temporada passada, Cuello atuou em 57 partidas pelo RB Bragantino, marcando sete gols, sendo três na Sul-Americana. Entretanto, mesmo com números a baixo, o argentino foi um dos protagonistas por levar a equipe de Bragança para a primeira final continental da história do clube.

RB Bragantino no Mercado da bola

O RB Bragantino vem se reforçando para 2022. Em suma, o Massa Bruta já anunciou Helinho e Eric Ramires, ambos que atuaram por empréstimo em 2021 para a equipe de Bragança Paulista. Além deles, o lateral Hurtado, do Independiente, e o meia Hyoran, do Atlético-MG, devem ser anunciados em breve.

Entretanto, alguns destaques de 2021 devem deixar o Braga. A dupla de zaga, Léo Ortiz e Fabrício Bruno, podem ir para o atual Campeão Brasileiro. Em suma, com risco de perder Nathan Silva e Junior Alonso, a diretoria atleticana busca reforços a altura.

Por fim, o atacante Artur, eleito um dos melhores atacantes do Brasileirão, é outro que deve deixar o Massa Bruta e ir para Europa. A princípio, diversos clubes estão de olho no atleta, mas o destino mais provável é o RB Leipzig, da Alemanha.

Foto destaque: Divulgação/Ari Ferreira/Red Bull Bragantino

Enzo Pires
Tenho o sonho de trabalhar com o que eu mais amo, que é o FUTEBOL. Amante desse esporte desde criança, queria ser jogador, mas como não deu certo, agora eu busco trabalho com isso, só que fora de campo.