Cruzeiro x Sport – Clubes tentam embalar no campeonato

- Partida acontece pela manhã e abre a rodada do domingo

Cruzeiro recebe o Sport, no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, neste domingo (13), às 11h (de Brasília), jogo é válido pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Clube celeste tenta um feito ainda não ocorrido no brasileirão, vencer  a segunda partida consecutiva. Enquanto o rubro – negro pretende ganhar sua terceira seguida, mas, se tem algo que ambos querem, é pontuar e se afastar da zona de rebaixamento.

Cruzeiro

Depois de vencer o time carioca Botafogo, pelo placar de 1 x 0, jogando em casa, também no domingo passado, a raposa quer ganhar dos pernambucanos para embalar na competição. Desde o começo do Campeonato Brasileiro, essa é a primeira vez que o Cruzeiro tem a semana inteira só pra treinar, sem jogos de Libertadores e Copa do Brasil no meio de semana.

(Divulgação/Vinnícius Silva/Cruzeiro)

Por conta da maratona de partidas, a preocupação do time de Mano Menezes é com a perda de jogadores por desgaste físico, a exemplo de Thiago Neves, citado pelo técnico que disse:

“Temos jogadores que tem situações peculiares, que já estou administrando nos jogos anteriores, como foi o caso do Thiago, que saiu aos 70, nos minutos finais, nos dois últimos jogos, que são sempre os momentos críticos, resultados proporcionaram isso”. 

Há quatro jogos a raposa não sofre gols, o clube conta com a boa atuação do zagueiro Léo e a boa fase do também defensor Dedé, que vive grande momento após seu retorno.

Provável escalação: Fábio; Lucas Romero, Léo, Dedé e Egídio; Henrique, Lucas Silva, Rafinha, Robinho (Thiago Neves) e Arrascaeta; Sassá. Técnico: Mano Menezes.

Sport

A partida de domingo é mais que especial para o Sport Recife, neste 13 de maio o clube completa 113 anos e conta, também, com a volta do seu ídolo, o goleiro Magrão. Com duas vitórias nos dois últimos jogos, a intenção do elenco é continuar vencendo, somando o maior número de pontos possíveis. Duelo contra o Cruzeiro abre a difícil sequência do leão da ilha, enfrentando o Corinthians e Palmeiras, respectivamente.

(Divulgação/Williams Aguiar/Sport Recife)

Claudinei Oliveira vive grande momento no comando leonino. Motivado, o treinador dá os créditos aos jogadores: “Os grandes responsáveis por esses resultados são os atletas. Não Claudinei. A gente passa o que pode para os atletas. Nossa equipe teve um pouco mais de cuidado defensivo nesses jogos. Quando um treinador chega, geralmente é assim. Sei que no Brasileiro, se não tiver time organizado, sofre. Não adianta só atacar. A gente sabe que o Sport, nos últimos anos, tem sofrido com a defesa”, declarou o técnico.

Pra este confronto, a escalação deve ser a mesma do jogo anterior, com exceção da volta de Magrão ao gol. A dúvida é se Cláudio Winck, lateral – direito, vai jogar, já que ele não participou dos treinamentos de quinta e sexta – feira por dores musculares na coxa esquerda. O provável substituto é o volante Fabrício, improvisado na posição. Quem viajou com grupo, mas não vai jogar poder jogar, é o recém – contratado Rafael Marques, ex- Cruzeiro, porque não teve o seu nome publicado no BID ( Boletim Informativo Diário da CBF) a tempo.

Provável escalação: Magrão; Fabrício, Ernando, Ronaldo Alves e Sander; Anselmo, Neto Moura, Fellipe Bastos, Gabriel e Marlone; Rogério. Técnico: Claudinei Oliveira.

Retrospecto

Cruzeiro e Sport já se enfrentaram em 36 jogos, a raposa sai na frente com 18 vitórias, contra nove do leão, sendo nove empates. Foram marcados um total de 72 gols nos duelos entre as equipes. No ano passado, o rubro – negro perdeu os dois jogos disputados pelo brasileirão para o time celeste, porém busca repetir o mesmo feito de 2016, quando venceu fora de casa por 2 x 0.

Wellington Porto

Sobre Wellington Porto

Wellington Porto já escreveu 13 posts nesse site..

Eu me chamo Wellington Porto,tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo,natural de Recife,onde também resido desde que nasci. Sempre quis ser jogador de futebol, porém aos 16 anos comecei a pensar no meu futuro. Como ainda não tinha jogado em categorias de base por nenhum clube de expressão do estado, tornou-se notório a dificuldade de realização desse sonho. Logo,procurei uma profissão que me manteria perto não só do futebol mas do esporte como um todo,foi quando, então,conheci o jornalismo e o seu poder de envolvimento no mundo esportivo.

BetWarrior


Poliesportiva


Wellington Porto
Wellington Porto
Eu me chamo Wellington Porto,tenho 20 anos e sou estudante de jornalismo,natural de Recife,onde também resido desde que nasci. Sempre quis ser jogador de futebol, porém aos 16 anos comecei a pensar no meu futuro. Como ainda não tinha jogado em categorias de base por nenhum clube de expressão do estado, tornou-se notório a dificuldade de realização desse sonho. Logo,procurei uma profissão que me manteria perto não só do futebol mas do esporte como um todo,foi quando, então,conheci o jornalismo e o seu poder de envolvimento no mundo esportivo.

    Artigos Relacionados

    Topo