Cruzeiro: dirigente revela prejuízo de mais de R$ 300 milhões

O estado financeiro do Cruzeiro parece ir cada vez mais de mal a pior. No entanto, nas próximas horas, o clube mineiro deve publicar oficialmente o último balanço financeiro referente a gestão do ex- Presidente, Wagner Pires de Sá. Segundo noticiou o portal ‘Superesportes MG‘, o prejuízo referente ao ano de 2019 assusta, mais de R$300 milhões de reais. Em entrevista à rádio 98FM, o presidente do Núcleo Dirigente Transitório do Cruzeiro, Saulo Fróes, portanto, revelou a informação.

SITUAÇÃO FINANCEIRA DO CRUZEIRO ESTÁ CRÍTICA

Na entrevista concedida à rádio 98FM, Saulo Fróes deu mais informações sobre o atual momento do Cruzeiro:

“O balanço vai ser editado amanhã (quinta-feira). Eu posso dizer que o prejuízo do Cruzeiro ano passado foi de mais de R$ 300 milhões. Esta é uma situação lamentável. Colocaram o Cruzeiro quase em situação irreversível”, disse Fróes.

O dirigente afirmou ainda que o Conselho Gestor da raposa conseguiu economizar nesse ano de 2020. Entretanto, as contas ainda não fecham.

“Nós evitamos mais de R$ 100 milhões em cinco meses”, afirmou.

A antiga gestão do ex- Presidente Wagner Pires de Sá é investigada pelo Ministério Público e Polícia Civil.  No entanto, quanto ao atual ano do clube, mesmo com as economias sendo feitas nesse ano de 2020, o gestor afirmou que o Cruzeiro ainda deve duas folhas salariais aos jogadores do clube e uma outra para os funcionários. O clube mineiro ainda foi punido pela FIFA por causa de uma dívida com o Al Wahda, da Arábia, pelo empréstimo do volante Denilson. Dessa forma, Gustavo Gatti, membro do Conselho Gestor da raposa, apareceu nas redes sociais descartando soluções para evitar a perda de seis pontos na Série B do Brasileirão.

GUSTAVO GATTI FALA A RESPEITO DA SITUAÇÃO DO CLUBE

”Sei que para todo mundo, nós cruzeirenses, não é um bom dia. Acordamos com a notícia da perda de seis pontos. Esses seis pontos, nós teremos que correr a mais no campo e precisar de todos nós cruzeirenses. Todos os torcedores precisamos dar as mãos. Não é hora de achar o culpado, isso já está esclarecido na história. Precisamos reconstruir”, afirmou.

O dirigente afirmou que a cúpula cruzeirense tem buscado alternativas quanto ao pagamento da dívida com o clube árabe.

”Estamos tentando alternativa de pagamento dessa dívida, para que consigamos renegociar a dívida e restabelecer a relação com o Al Whada. Desde o dia que assumimos o Cruzeiro, tínhamos certeza que essa data iria chegar. Trabalhamos arduamente para resolver o problema, inclusive, tentamos fundo de investidores, várias opções”, disse Gatti.

” Como temos mandato curto… Esse mandato ficou… Como nós assumimos compromisso para outro pagar. Como que nós damos garantia para o outro pagar? Essa eleição foi bastante prejudicial ao Cruzeiro, mas será feita amanhã. O novo presidente precisará do apoio de todos os cruzeirenses. Não é hora de começarmos brigas internas, precisamos reunificar o Cruzeiro e precisamos de transparência, dar as mãos para o Cruzeiro voltar a ser grande. Precisamo de toso os cruzeirenses juntos ”, completou.

Foto Destaque: Reprodução/Globoesportecom/Infoesporte

Matheus Aquino
Matheus Aquino, 19 anos, estudante de Jornalismo - 2° período na UFPB. A paixão pelo jornalismo surgiu desde pequeno. Aos 17 anos entrou para uma rádio comunitária com um programa chamado Na Marca do Pênalti, onde era apresentador. No ano seguinte, ingressou no principal site de seu município como colunista de esportes e repórter jornalístico. Em 2019, entra para uma outra rádio local, dessa vez, fazendo comentários todos os domingos sobre futebol. A facilidade na escrita e a intimidade com o microfone e as câmeras tornaram o jornalismo ainda mais a sua paixão.

Artigos Relacionados